LOADING

Type to search

Empresas russas estão trocando o uso do dólar por moedas asiáticas

Share

Em uma tendência crescente, empresas da Rússia cada vez mais fecham suas transações utilizando moedas asiáticas, principalmente a chinesa Yuan[1]. Isso é fruto do atual foco estratégico corporativo russo que está voltando suas atenções para a Ásia e faz projeção de manter este comportamento no futuro. Além disso, o país também está focado em sair da dependência do dólar norte-americano.

Analistas entendem esse posicionamento como um medo das lideranças econômicas do país e acreditam que tal pragmatismo surgiu devido às sanções recentes dos Estados Unidos a empresários russos, bem como graças às sucessivas ameaças de sanções por parte da União Europeia.

A Rússia pretende expandir seu mercado regional para ter maior autonomia econômica e, nesse sentido,  adotar outra moeda de negócio nas transações comerciais pode ajudar a evitar que crises políticas com o Ocidente abalem a sua economia, não mais acarretando em fuga de capitais, como ocorreu recentemente com a Crise Ucraniana.

—————————————————

Imagem (Fonte):

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/9/94/Flag-map_of_Russia.svg

https://pixabay.com/static/uploads/photo/2013/07/12/13/44/justice-147214_640.png

—————————————————

Fontes consultadas:

[1] Ver Russian companies ‘de-dollarize’ and switch to yuan, other Asian currencies” (09/06/2014):

http://rt.com/business/164752-russiia-de-dollarize-yuan-china/

Daniel Costa Sampaio - Colaborador Voluntário Júnior

Pósgraduado em Ciência Política (IUPERJ) e Bacharel em Relações Internacionais (UCAM). Experiência profissional em Representação Comercial e atualmente Gerente de Projetos e Novos Negócios na Prefeitura do Rio de Janeiro. No CEIRI Newspaper escreve no grupo Europa desde março de 2013, em que desenvolve publicações com ênfase na Política Externa Russa.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.