LOADING

Type to search

Share

Os países do grupo BRICS (“Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul”) haviam formado um “Grupo de Trabalho” para a criação de um Banco comum, um “Banco de Desenvolvimento” dos BRICS. Durante esta última Cúpula entre os membros do Grupo, realizada em “Nova Delhi”, na Índia, os líderes chegaram a um consenso e confirmaram a criação da instituição financeira.

 

Durante o Encontro, foram assinados diversos documentos que permitem financiamentos de comércio em suas respectivas moedas, eliminando o Dólar norte-americano como uma divisa de referência comercial. Com esta medida, somada a da criação do Banco comum, os países deram um grande passo para o aumento da cooperação entre seus respectivos “Bancos de Desenvolvimento”, bem como para o crescimento do comércio entre os mesmos.

A presidente brasileira, Dilma Roussef, declarou durante o Evento: “O Brasil acha fundamental a ampliação da cooperação financeira entre os Brics e essa cooperação voltada para a promoção do desenvolvimento sustentável. Apoiamos a criação de um grupo de trabalho para elaborar a proposta do banco de desenvolvimento dos Brics, que atue em projetos de infraestrutura, projetos de inovação e desenvolvimento de ciência e tecnologia, com agenda de pesquisa voltada para temas de interesse de nossos países”*.

A realização da idéia indiana do Banco comum servirá não apenas como uma alternativa ao “Banco Mundial” (BM), mas também como forma de aproximar mais os países do Grupo. Este Projeto, quando concretizado, será mais um mecanismo para unir os membros frente aos seus desafios, criando um fundo exclusivo entre eles, algo que lhes possibilitará recursos em casos de crises financeiras na Europa ou nos Estados Unidos.

————-

Fontes:

* Ver:

http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2012/03/29/internas_economia,286091/brics-criam-grupo-para-organizar-banco-de-desenvolvimento-e-decidem-adotar-moeda-local.shtml

—————

Ver tambémJ. Comercio”:

http://www.jb.com.br/internacional/noticias/2012/03/29/brics-assina-acordo-que-cria-banco-comum-de-investimento/

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!