LOADING

Type to search

“Governo Brasileiro” apresenta seus gastos com “Cooperação Internacional”

Share

Na última quinta-feira, dia 4 de agosto, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada”(IPEA), divulgou um estudo feito junto a toda a estrutura do Governo Federal brasileiro a respeito dos gastos do mesmo em processos de Cooperação Internacional[1]. O IPEA é uma instituição pública, ligada à “Secretaria de Assuntos Estratégicos” da “Presidência da República” focada no fornecimento de informações relevantes para o desenvolvimento de políticas públicas federais, sobretudo no campo econômico[2].

De acordo com o estudo, em 2010, o Governo Brasileiro gastou cerca de R$ 1,6 bilhão, ou quase US$ 1 bilhão, em processos de Cooperação Internacional”. Ainda segundo o Instituto, foi de 91,2% o crescimento deste gasto com relação ao estudo realizado anteriormente, para o ano de 2009[3].

Com recursos provenientes do “Tesouro Nacional”, estes investimentos em cooperação internacional se dividem, basicamente, em dois tipos: (1) gastos com “servidores e colaboradores da administração pública federal, incluindo passagens, diárias, salários, horas técnicas, com bolsas de pesquisas, e com doações[3] e (2) aqueles gastos “decorrentes de compromissos e obrigações do governo federal brasileiro junto a organismos internacionais[3].

A área de gastos com Operações de Manutenção de Paz foi aquela com maior representatividade. Uma vez que no ano de 2010 o Brasil estava desenvolvendo o esforço de auxílio ao Haiti logo após o terremoto ocorrido no início daquele ano, também este foi o país que mais recebeu recursos.

Por fim, cabe destacar que a grande maioria dos gastos foi realizada de forma bilateral, ou seja, através de projetos e ações realizadas entre o Brasil e os outros países. Cerca de 82% dos gastos foram realizados desta forma, enquanto que os recursos enviados de forma multilateral, ou seja, para instituições com este intuito, representaram apenas 18%.

——————————

[1] VerPaís investiu R$ 1,6 bi na cooperação internacional”, em:

http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=19209&catid=6&Itemid=4

[2] VerO IPEA – Quem Somos”, em:

http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=1226&Itemid=68

[3] O relatório está disponível para acesso, com todos os gastos detalhados do Governo Federal em Cooperação Internacional, no link:

http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/livro_cooperacao_brasileira02.pdf

Gustavo Blum - Colaborador Voluntário

Mestrando em Geografia pela Universidade Federal do Paraná, com Especialização de Gestão de Projetos pela FAE Business School e Internacionalista formado pelo Centro Universitário Curitiba. Tem experiências nas áreas acadêmica e institucional, em análise e criação de cenários políticos e econômicos, oportunidades e desafios públicos e privados. Atualmente, é responsável pela área de Relações Institucionais da Câmara Americana de Comércio para o Brasil em Curitiba (AMCHAM Brasil - Curitiba).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.