LOADING

Type to search

Governo de Hollande não cumpre promessa eleitoral e expulsa ciganos da França

Share

Foto: Gael Comier/EFEFrançois Hollande, Presidente francês pelo “Partido Socialista”, aprovou na semana passada a dissolução de dois acampamentos de ciganos na região de Lille, norte da França. O primeiro agrupamento encontrava-se em Hellemmes, já o segundo foi desmantelado na região de Villeneuve d’Ascq, e cerca de 200 ciganos foram retirados. Em Lyon, no sudeste francês, 240 ciganos tiveram que embarcar em um avião fretado pelo Governo com destino à Romênia.

 

A repressão aos grupos de ciganos no país marcou fortemente a política anti-imigrantes do governo do ex-presidente Nicolas Sarkozy. Cerca de três meses após a troca presidencial, Hollande, outrora forte crítico desta política, retoma a repressão. O Programa oferecido pelo atual Governo inclui o pagamento de 300 euros a adultos (100 euros a crianças) que aceitarem retornar ao seu país de origem.

De acordo com o prefeito de “Villeneuve d’Ascq”, Martvonne Girard, “as tensões com os residentes locais tornou-se insustentável”*. O Governo alega que tais medidas se tornaram necessárias pois os acampamentos apresentavam risco sanitário. Para o “Ministro do Interior”, Manual Valls, a expulsão dos ciganos “é uma medida justa e legítima, já que esses acampamentos não tem seu lugar na França”**. Para Valls, os acampamentos se encontravam “no centro de bairros de classe trabalhadora”* apresentando-se como “um desafio para a vida em comunidade”*.

Rosaline Tiset, do “Human Rights League”, afirmou que Hollande descumpriu sua promessa de oferecer alternativas de moradia para os ciganos. O “Movimento Antirracista Europeu”, em nota oficial, criticou as medidas: “O governo anterior foi marcado por uma política violenta contra os ciganos (…). A sociedade civil europeia esperava que o presidente eleito restabelecesse o respeito, a dignidade e os direitos do homem relativos aos ciganos”**.

O “Partido Verde” francês, membro da coalizão que elegeu o atual Presidente, criticou a ação, afirmando que Hollande contradiz uma de suas promessas da campanha eleitoral: conceder alternativas de habitação.

Marine Le Pen, da “Frente Nacional”, considerada de extrema direita, demonstrou insatisfação com a ação do Governo, considerando-a incompleta e ineficaz. Afirmou: “O desmantelamento de campos de ciganos é necessário, mas a solução verdadeira passa pelo domínio de nossas fronteiras”**.

A “Comissão Europeia” anunciou*** em nota que irá verificar se a ação do Governo francês está de acordo com as normas europeias contra expulsões arbitrárias e tratamentos discriminatórios de imigrantes.

———————-

Fontes:

* Ver:

http://www.dw.de/dw/article/0%2c%2c16157377%2c00.html

** Ver:

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,hollande-imita-sarkozy-e-expulsa-ciganos–,914227,0.htm

*** Ver:

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,bruxelas-investigara-expulsoes-de-ciganos-pelo-governo-frances-,914907,0.htm

Foto: Gael Comier/EFE

Tags:
Thiago Babo - Colaborador Voluntário

Mestrando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (Usp); Bacharel em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Puc-SP). Colaborador do Núcleo de Análise da Conjuntura Internacional (NACI) e do Núcleo de Estudos de Política, História e Cultura (Polithicult). Experiência profissional como consultor de negócios internacionais. Atua nas áreas de Política Internacional, Integração Europeia, Negócios Internacionais e Segurança Internacional. No CEIRI NEWSPAPER é o Coordenador do Grupo Europa.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!