LOADING

Type to search

Governo interino acerta resgate da fortuna de Kadhafi no exterior

Share

A mídia internacional informou à “Comunidade Internacional” o montante de parte da fortuna de Muammar Kadhafi na Inglaterra e já está na pauta do atual Governo líbio os questionamentos acerca da restituição aos cofres públicos dos recursos do ex-mandatário que estão fora do país.

 

Segundo divulgado, o Regime (Governo da Líbia) teve congelado no exterior mais de 100 bilhões de libras (aproximadamente, 160 bilhões de dólares, ou 278,4 bilhões de reais). Após assumir o poder, o “Conselho Nacional de Transição” (CNT) solicitou que analistas em Londres identificassem os investimentos que o seu país (Regime de Kadhafi) teria no “Reino Unido”.

Até o momento foram divulgadas as seguintes propriedades: “um complexo de escritórios na City (distrito financeiro de Londres), denominado Beaufort House, no valor de 150 milhões de libras (cerca de R$ 420 milhões), e outros dois blocos de escritórios – Jardine House e 14 Cornhill -, avaliados em 145 milhões de libras (cerca de R$ 405 milhões). Um dos imóveis pertencentes ao antigo regime de Kadafi é o prédio utilizado pelo hospital privado Wellington, no bairro londrino de St John’s Wood. Propriedade da empresa Jawaby Property Investment Limited, uma subsidiária da Corporação Nacional de Petróleo da Líbia, o prédio em questão é alugado por 1,4 milhão de libras (cerca de R$ 3,9 milhões) por ano. Um porta-voz do hospital disse que a direção do estabelecimento não tinha conhecimento do vínculo do edifício ao regime do ex-ditador quando começou a alugá-lo em 2008)”*. Segundo o jornal “Sunday Times”*, os bens foram comprados por Kadhafi e totalizam aproximadamente 1,1 bilhão de libras (1,76 bilhões de dólares, ou 2,8 bilhões de reais, aproximadamente).

Analistas interpretam que os bens adquiridos pelo ex-mandatário configuram-se, dessa forma, como propriedades do povo líbio, os quais foram obtidos pelo ex-líder por caminhos inadequados e com recursos do “Tesouro Público” da Líbia. Por isso, constituiem-se como patrimônio daSociedade líbia.

Neste sentido, a questão se organiza em torno da forma como tais bens serão recuperados para o Tesouro do país e pela maneira como o tema será tratado pelas autoridades dos países onde forem identificados os patrimônios, investimentos, dinheiro e demais bens adquiridos e depositados por Muammar Kadhafi enquanto esteve na chefia da Líbia. Acreditam os observadores que o montante dos valores é superior ao divulgado e, provavelmente, há patrimônios em outros lugares do mundo.

——————-

Fontes:

Material coletado em: “Portal Terra”, obtido com “Agência EFE”, no dia 6 de novembro de 2011. Link:

http://noticias.terra.com.br/mundo/africa/intervencaonalibia/noticias/0,,OI5456935-EI17839,00-Kadafi+tinha+R+bi+em+propriedades+no+Reino+Unido.html

Ver também:

http://sicnoticias.sapo.pt/Lusa/2011/11/06/libia-kadhafi-detinha-11-me-em-propriedades-de-luxo-no-reino-unido—imprensa


Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!