LOADING

Type to search

Governo uruguaio toma providencias após declaração de Sarkozy na cúpula do G20

Share

Na última sexta-feira(4 de novembro), no encerramento da cúpula do G20, em Cannes, Nicolas Sarkozy disse que “Antígua e Barbuda, Barbados, Botsuana, Brunei, Panamá, Seicheles, Trinidad e Tobago, Uruguai e Vanuatu não têm um marco jurídico adaptado aos intercâmbios de informação fiscal”*.

 

Não estamos dispostos a tolerar isso”**, declarou o presidente francês, antes de destacar que os países que seguem sendo paraísos fiscais mediante a falta de transparência bancária serão postos à margem da comunidade internacional”**.

O governo uruguaio se mostrou indignado com a afirmação e divulgou que irá buscar o apoio da Argentina e do Brasil diante das declarações do francês. Segundo informou o site do jornal “El País”, o Presidente do Uruguai, José Mujica, classificou de “barbaridade”** as palavras de Sarkozy e anunciou que apresentará um protesto ao embaixador Jean Christophe Potton, que foi convocado em caráter urgente à Chancelariauruguaia.

A condenação no Uruguai foi geral. O vice-presidente Danilo Astori, declarou como sendo as palavras de Sarkozy “irresponsáveis”** acusando-a de ter “um tom ameaçador e de represália que denota uma inclinação bastante colonial e imperial”**, algo que o seu país não aceitará “de nenhuma maneira. (…). O Uruguai nunca foi paraíso fiscal, o senhor presidente da França não esta informado de nossa situação, temos um imposto de renda para não residentes e isso basta para não ser qualificado como tal. Além disso, o Uruguai sempre seguiu o caminho da transparência”**

O porta-voz do ministério francês de “Relações Exteriores”, Bernard Valero, declarou na última terça-feira (8 de novembro), que a França “confia na boa vontade”*** do Uruguai em “lutar contra a evasão fiscal”***, além disso, que as declarações formuladas pelo presidente francês, “não são uma declaração a título nacional… (…). retomam as conclusões do Fórum Fiscal Mundial”***.

A “Folha.com” divulgou* que fontes do governo uruguaio apontaram que, pelas informações com as quais o Executivo trabalha, o Brasil apresentou um informe ao G20 para que o Uruguai permaneça na lista cinza de paraísos fiscais da “Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico” (OCDE).

Esta informação, certamente motivou o presidente José Mujica a defender com mais veemência e em tom indignado que os que estão envolvidos no projeto de união latino-americana “tem de ser tratados um pouco melhor”****, que “Nós temos de brigar dentro do Mercosul para que o Uruguai e o Paraguai não sejam tratados como qualquer estado”****, declarou Mujica à revista Políticas, uma nova publicação da Presidência uruguaia,  cujo tema foi tratado em “Nota Analítica” publicada ontem (10 de novembro) no “Site do CEIRI”, intitulada: “Presidente uruguaio defende integração e diz que brasileiros não devem “colonizar” vizinhos”*****

————-

Fontes:

* Ver:

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1002786-uruguai-quer-ajuda-de-brasil-e-argentina-para-sair-de-lista-de-paraisos-fiscais.shtml

** Ver:

http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/governo-uruguaio-se-revolta-com-declaracoes-de-sarkozy-na-cupula-do-g20

*** Ver:

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2011/11/08/franca-diz-confiar-na-boa-vontade-do-uruguai-na-luta-contra-evasao-fiscal.jhtm

**** Ver:

http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/mujica-que-o-brasil-nao-venha-colonizar-o-uruguai

***** Ver:

http://jornal.ceiri.com.br/2011/11/10/presidente-uruguaio-defende-integracao-e-diz-que-brasileiro%E2%80%8Bs-nao-devem-“colonizar%E2%80%8B”-vizinhos/

Tags:
Jean Bortoleto - Colaborador Voluntário Júnior 2

Bacharel em Relações Internacionais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Atua no CEIRI NEWSPAPER como colaborador para assuntos da América Latina e com a geração de debates e ações sobre política, economia e meio ambiente em ONG's. Profissionalmente atua com internacionalização de empresas nos EUA.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!