LOADING

Type to search

[:pt]Governo venezuelano declara Brasil como uma “Vergonha Mundial”[:]

Share

[:pt]

O Governo venezuelano, até hoje, não manifestou aceitar o impeachment sofrido pela ex-presidente Dilma Rousseff. Tal reprovação ficou mais explícita com a declaração feita pela chanceler venezuelana Delcy Rodríguez, na semana passada, durante o Fórum Anti-Imperialista de Hugo Chávez. Em suas palavras: “Lamentavelmente, o Brasil é uma vergonha mundial. Todos os seus políticos estão envolvidos em algum escândalo desde que deram esse golpe de Estado contra Dilma Rousseff”.

Ela completou sua fala acusando os políticos brasileiros de corrupção e ainda disse que eles não se importam com o país, usando como reforço o argumento da polarização ideológica que existe no continente, segundo o qual “a direita imperialista lhes estende o tapete vermelho”. A Chanceler da Venezuela foi além e criticou os líderes latino-americanos em geral, lamentando que eles tenham aderido ao modelo capitalista, que só favorece ao racismo e à rejeição dos setores mais vulneráveis da sociedade.

Rodríguez direcionou seus argumentos ainda para os Estados Unidos de Donald Trump, classificando suas políticas de imigração como xenófobas. A diplomata também não poupou suas críticas durante uma conferência nos Estados Unidos, onde o Presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, declarou que a América Latina é como um cão deitado em um tapete e que não representava nenhuma preocupação para os EUA, com exceção da Venezuela, que, em sua opinião, tornou-se um “grande problema. Delcy Rodríguez, em resposta, usou termos ríspidos e chamou o Presidente do Peru de covarde e cachorro simpático. O Governo peruano, por sua vez, decidiu rechaçar as observações da representante da Venezuela e informou que encaminhará uma nota de repúdio.

Vale observar que o Governo Michel Temer adotou como uma das suas primeiras medidas na área internacional o impedimento de a Venezuela assumir a Presidência Pró-Tempore do Mercosul, conforme atuação e manifestação do então chanceler brasileiro José Serra, que justificou tal atitude pelo fato de o Governo venezuelano não ter cumprido as normas e condições exigidas pelos protocolos do Mercosul, apesar de defensores da Venezuela afirmarem que o Brasil tinha mudado as regras de ocupação da Presidência do Mercosul. Nesse momento, o sucessor do senador José Serra, o atual Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, tem um discurso ainda mais incisivo sobre o tema.

Certamente, Rodríguez tem usado das notícias que vem sendo disseminadas na mídia para fazer as acusações de corrupção sobre os membros do Governo e, dentre essas notícias, tanto Serra quanto Aloysio têm seus nomes citados na operação lava jato, embora tal citação necessite ser ainda investigada.

Independentemente desta manifestação ocorrida, o Governo venezuelano vem repelindo e criticando o Brasil e o atual Governo Temer nas oportunidades em que pode, pois vem recebendo ações duras do Brasil. Porém, certamente, tal postura da Venezuela decorre, em especial, da aproximação ideológica e afetiva que este país tinha com os Governos Lula e Dilma Rousseff.

———————————————————————————————–                    

Imagem 1  “Marco Fronteiriço entre Brasil e Venezuela” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c9/Frontera_Venezuela_Brasil.jpg

Imagem 2  “Chanceler Venezuelana, Delcy Rodríguez ” (Fonte):

https://pt.wikipedia.org/wiki/Delcy_Rodr%C3%ADguez#/media/File:Delcy_Rodriguez_June_2016_(27571633682)_(cropped).jpg

[:]

Jamile Calheiros - Colaboradora Voluntária

Bacharel em Relações Internacionais e Direito, com especializações em Direito Público Municipal e em Política e Estratégia. Aluna especial no Mestrado Acadêmico em Administração pela UFBa. Possui experiência na área jurídica adquirida em estágios em escritórios de advocacia, Petrobrás, Assembléia Legislativa e Câmara dos Deputados. Tem experiência internacional, em Dublin – Irlanda. Diretora Institucional da BBOSS. Voluntária [email protected] - Project Management Institute – Capítulo Bahia, Diretoria de Alianças e parcerias desde Agosto de 2015.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!