LOADING

Type to search

Share

Fonte: essence.comEm fevereiro deste ano, Trayvon Martin, um jovem negro de 17 anos, foi morto enquanto andava pelas ruas de Miami de moletom e capuz. O responsável por sua morte, um branco de 28 anos responsável por realizar vigilância voluntária em um bairro hispânico da cidade de Miami, afirmou legítima defesa e disse que o jovem se comportava de uma maneira suspeita. Independente do alegado, as opiniões convergem para o fato de que um rapaz desarmado foi morto e por causa das suas características. Há quem levante a hipótese de que foi um crime de racismo.

 

O próprio presidente Barack Obama se envolveu no caso ao afirmar que, caso tivesse um filho, ele seria parecido com Martin. A revolta da sociedade foi elevada, com manifestações acontecendo em todas as cidades do país e, além da “Casa Branca”, o Congresso também pediu por justiça. O democrata Bobby Rush, representante do estado de Illinois tirou seu paletó e apresentou um discurso usando um moletom com capuz, parecido com o que Martin usava quando foi assassinado.

O caso acendeu uma ferida que, aparentemente, ainda não cicatrizou perfeitamente nos EUA mesmo depois de tantos anos e de todas as vitórias alcançadas pelo movimento do “civil rights” que lutou pela igualdade civil e jurídica dos negros norte-americanos entre os anos de 1955-1968, fazendo uso da desobediência cívica de forma não violenta e teve como um de seus maiores ícones Martin Luther King Jr., cujo discurso “I have a dream tornou-se um marco da luta por igualdade em todo o mundo.

Como consequência do “civil rights”, vários movimentos de apoio e também contrapostos surgiram. Entre os que o apoiaram está o movimento “Black Power”, famoso por sua saudação com o punho cerrado, que ficou imortalizado nas “Olimpíadas de 1968” por dois atletas norte americanos, Tommie Smith (medalhista de ouro) e John Carlos (bronze), no pódio da prova dos 200 metros. Além de todo apoio, graças ao envolvimento da sociedade e da organização pacífica dos mesmos, os negros norte-americanos ganharam o status de cidadãos e hoje, os EUA é governado por um negro. Mas, o problema que se estendeu até mais da metade do século passado apresenta fatos que demonstram não ter se encerrado, trazendo-nos de volta o caso de Trayvon Martin.

O assassinato ocorreu dia 26 de fevereiro na cidade de Miami. A alguns quilômetros do acontecimento, na cidade de Orlando, acontecia o jogo das estrelas da NBA. Tal Evento faz parte de um final de semana especial para os amantes do basquete, pois nele os melhores jogadores das divisões Oeste e Leste se enfrentam sem a obrigação de vencer, o que torna a partida um verdadeiro espetáculo, algo que foi apagado pela morte do garoto enquanto ocorria o show.  Como forma de demonstrar apoio ao jovem e à família, os jogadores do “Miami Heat”, entre eles Cris Bosh, Lebron James e Dwayne Wade que estavam no jogo do dia 26, tiraram uma foto vestidos com as mesmas roupas que Martin usava; assim com Carmelo Anthony, jogador do “New York Knicks” que ainda escreveu sobre a foto “I am Trayvon Martin”. A imagem que ficou e de que todos os jogadores citados são homens que caso saíssem vestidos de casa com um moletom cinza se pareceriam com Trayvon. Independente da manifestação, emergiu a questão do quanto a sociedade americana aprendeu a lidar com a questão do racismo, apesar da solidez das suas instituições e das conquistas feitas pelos Direitos Humanos até o presente.

——————————-

Fontes:

Ver:

http://memory.loc.gov/ammem/aaohtml/exhibit/aopart9.html

Ver:

http://noticias.uol.com.br/blogs-e-colunas/coluna/luiz-felipe-alencastro/2012/04/05/a-morte-do-adolescente-trayvon-martin-levanta-discussao-sobre-os-novos-conflitos-etnicos-nos-eua.htm

Ver:

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2012/04/03/caso-trayvon-inspira-campanhas-contra-leis-pro-armas-nos-eua.htm

Ver:

http://www.guardian.co.uk/world/video/2012/mar/28/congressman-hoodie-house-trayvon-martin-video

Ver:

http://www.gazetadopovo.com.br/mundo/conteudo.phtml?id=1236915

Ver:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/04/milhares-protestam-em-miami-por-adolescente-negro-assassinado.html

Ver:

http://edition.cnn.com/EVENTS/1997/mlk/links.html

Ver:

http://www.estadao.com.br/especiais/all-star-game-2012,162070.htm

Ver:

http://globoesporte.globo.com/basquete/noticia/2012/03/jogadores-do-heat-posam-de-capuz-para-homenagear-jovem-assassinado.html

Ver:

https://twitter.com/#!/carmeloanthony/status/183316466446254081/photo/1

Tags:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!