LOADING

Type to search

Iêmen: crise humanitária é considerada uma das piores gerada pelo homem

Share

Na última terça-feira (3 de abril de 2018), as Nações Unidas (ONU) e os governos da Suécia e da Suíça organizaram um encontro de alto nível para arrecadar fundos para a crise humanitária no Iêmen. Aproximadamente 40 Estados membros e organizações prometeram a doação de US$ 2 bilhões para o fundo, em adição aos US$ 930 milhões doados pelo Reino da Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, no fim de março. Com as doações e suas respectivas promessas, a ONU espera operacionalizar a assistência humanitária no Iêmen, contabilizada em US$ 2,96 bilhões no início do ano.

Mapa geopolítico do Iêmen

O conflito armado no Iêmen está no quarto ano e tem sido avaliado como a pior crise humanitária de origem humana, pois 75% da população (de um total de 22,2 milhões de pessoas) necessitam de assistência. De acordo com o Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA, em inglês), o país apresenta problemas graves em questões como segurança alimentar, deslocamento forçado, desrespeito ao direito humanitário internacional, vulnerabilidade de crianças a mulheres, acesso limitado a água potável e obstáculos para conseguir cuidados médicos.

Por exemplo, o Iêmen apresenta um dos índices mais altos de insegurança alimentar. Cerca de 8,4 milhões de pessoas não sabem onde eles conseguirão a próxima refeição. Além disso, crianças e mulheres estão entre as principais vítimas. Calcula-se que 400 mil crianças estão severamente malnutridas e apresentam 9 vezes mais chances de falecer do que outras crianças mais saudáveis. Por ora, as Nações Unidas conduzirão suas operações com o dinheiro em caixa e esperará que as promessas sejam devidamente cumpridas.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Mapa do Iêmen com as cores de sua própria bandeira” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/5c/Flag-map-of-yemen.png

Imagem 2 Mapa geopolítico do Iêmen” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/03/Yemen-map.gif

João Antônio dos Santos Lima - Colaborador Voluntário

Mestre em Ciência Política na Universidade Federal de Pernambuco e graduado em Relações Internacionais na Universidade Estadual da Paraíba. Tem experiência como Pesquisador no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) no projeto da Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional (Cobradi). Foi representante brasileiro no Capacity-Building Programme on Learning South-South Cooperation oferecido pelo think-tank Research and Information System for Developing Countries (RIS), na Índia; digital advocate no World Humanitarian Summit; e voluntário online do Programa de Voluntariado das Nações Unidas (UNV) no projeto "Desarrollar contenido de opinión en redes sociales sobre los ODS". Atualmente, mestrando em Development Evaluation and Management na Universidade da Antuérpia (Bélgica) e Embaixador Online do UNV na Plataforma socialprotection.org.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.