LOADING

Type to search

III Gabinete Binacional Peru e Bolívia 2017

Share

Em 30 de setembro de 2017, o presidente boliviano Evo Morales viajou ao Peru para participar do terceiro Gabinete Binacional. O embaixador boliviano Gustavo Rodriguez informou: “Estamos completamente seguros de que a dinâmica do Gabinete Binacional tem permitido fortalecer a relação e encarar melhor os problemas comuns, considerando que somos países irmãos que compartem fronteiras e História e sabemos dialogar”. A ideia é trabalhar com base em quatro eixos temáticos: recursos hídricos, Segurança e Defesa, assuntos econômicos-comerciais e interconexão.

Percurso entre Tacna-La Paz-Palca

Ele mencionou os planos do Peru em ampliar a estrada binacional Tacna-Palca-La Paz, que na prática possibilitará à Bolívia o acesso ao Oceano Pacífico, sendo também uma importante rota de comércio entre os dois países, assim como para o trânsito de pessoas e veículos até o Pacífico. No twitter, Pedro Pablo Kuczynski afirmou: “Estamos empenhados em limpar a contaminação do Lago Titicaca. Não vamos deixar esta maravilha natural de Peru e Bolívia se desperdiçar”.

De acordo com o Portal São Francisco, o Lago Titicaca está situado entre Peru e Bolívia e é considerado o lago navegável mais alto do mundo, localizado a 3.812 m acima do nível do mar. Também é o maior em tamanho, possuindo 175 km de comprimento, cobrindo 8.340 km2 e sendo composto por quarenta e uma ilhas. Sua profundidade está entre 140 a 280 metros, com a temperatura variando entre 7º a 11ºC.

O lago vem sofrendo um processo de degradação ambiental grave. Em artigo de 2012, José Eustáquio Diniz Alves*, Colunista do Portal EcoDebate, afirmou: “O Lago Titicaca sustentou as populações Incas por milhares de anos, fornecendo água limpa e peixes. Mas agora está ameaçado pelo crescimento populacional, o inchaço das cidades e pelo aumento dos esgotos, lixo, efluentes industriais e rejeitos da mineração. As populações que viviam às margens dos rios e do lago agora sofrem com a poluição e a falta de peixes”. A questão ambiental envolvendo o Lago Titicaca requer uma ação e gestão compartilhada entre estes dois países.

Dentre vários acordos, os dois presidentes reiteraram os esforços para a adoção de medidas para prevenir e enfrentar de forma conjunta as ameaças, como o tráfico ilícito de drogas, de armas, munições, explosivos e materiais relacionados a mineração ilegal, extração ilegal de madeira e o tráfico ilícito da fauna e flora silvestre, os delitos cibernéticos, assim como o tráfico ilegal de pessoas e imigrantes.

Anunciaram também um acordo específico para a implementação de um centro binacional de atenção à fronteira no Distrito de Desaguadero, com o objetivo de facilitar o trânsito de pessoas e mercadorias entre os dois países. A previsão para a instalação é de que ocorrerá no primeiro trimestre de 2018.

Poderá causar surpresa o Gabinete Binacional Peru e Bolívia no momento em que parece começar a existir uma polarização política entre esses dois países sul-americanos, pois o Governo Evo Morales apoia o Governo Maduro da Venezuela e o Peru se opõe declaradamente a ele. Diante deste fato, a cooperação deles, que possuem posições opostas, é vista como algo positivo para a região.

———————————————————————————————–                    

Nota:

* Ele é Doutor em demografia e professor titular do mestrado em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – ENCE/IBGE. Rotineiramente, apresenta pontos de vista sobre questões regionais. Para contato pessoal, seu e-mail é: [email protected].

———————————————————————————————–                    

Fontes das Imagens:

Imagem 1Encontro entre Evo e PPK” (Fonte):

https://twitter.com/ppkamigo/status/903651399925350400

Imagem 2Percurso entre TacnaLa PazPalca” (Fonte):

https://www.google.com.br/maps/dir/La+Paz,+Bol%C3%ADvia/Palca,+La+Paz,+Bol%C3%ADvia/Tacna,+Peru/@-14.3315114,-73.1046291,6.5z/data=!4m20!4m19!1m5!1m1!1s0x915edf0a04f5a40f:0x57dbfc76b4458ab3!2m2!1d-68.1192936!2d-16.489689!1m5!1m1!1s0x915f3b313ed2d009:0xc490ba54845a4ffe!2m2!1d-67.9531082!2d-16.5611304!1m5!1m1!1s0x915acf5e5e369a43:0x11f0aad4a80a8517!2m2!1d-70.2462741!2d-18.0065679!3e0?hl=pt-BR

Samuel de Jesus - Colaborador Voluntário

É doutor em Ciências Sociais pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e letras da UNESP - Araraquara - SP. É Mestre em História desde o ano de 2003 pelo programa de Pós - Graduação em História da UNESP de Franca/SP, atuando principalmente nos seguintes temas: História, política, democracia, militarismo, segurança, defesa e Relações Internacionais. Membro do Grupo de Pesquisas sobre História Política e Estratégia - GEHPE-UFMS e do Núcleo de Pesquisas sobre o Pacífico e Amazônia - NPPA (FCLAr UNESP). É professor de História da América da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS - campus de Coxim/MS

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!