LOADING

Type to search

Incêndio no submarino nuclear russo K-266 Orél

Share

O Ministério para Situações de Emergência da Rússia informou que foi controlado o incêndio que atingiu o Submarino Nuclear K-266 Orél (que significa “Águia” em português)[1], o qual estava sendo consertado nos estaleiros de Zvezdótchka, Porto de Severodvínsk,  no noroeste do país. “Às 0h57 em Moscou (18h57 da terça-feira, dia 7 de abril, em Brasília) foi controlado o incêndio. Não houve vítimas[2], informaram as autoridades russas em comunicado.

O incêndio começou durante um trabalho de soldagem do submarino em um dique seco do estaleiro. Após várias de tentativas de controlar o fogo, os responsáveis pelo estaleiro decidiram inundá-lo para apagar as chamas. Desde o primeiro momento, o Governo russo informou que não havia nem armamento, nem combustível nos reatores nucleares[2].

Construído em 1992, o K-266 Orél é um cruzeiro submersível da Classe Oscar-II, segundo os códigos da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), a mesma classe do Kursk*, o submarino russo que afundou no Mar de Barents, em 2000, matando seus 118 tripulantes.

O submarino é movido por dois reatores nucleares de 190 megawatts de potência cada um e, em estado de serviço, é equipado com 24 torpedos e 24 mísseis cruzeiro antinavio Granít, ou Granito, em português. Em 2008, um acidente a bordo de um Submarino Nuclear K-152 Nerpa (classe Akula II, ou “Tubarão II”, em português)[3], fez 20 mortos por asfixia no Mar do Japão.

Incêndios em submarinos nucleares russos são comuns, sem que causem vítimas. O último aconteceu em setembro de 2013 no Submarino Tomsk[4] (também da classe Oscar, segundo classificação da OTAN)[5].

————————————————————————————————

* O K-141 Kursk, foi um submarino nuclear da Classe OscarII, pertencente à Marinha Russa, que afundou no Mar de Barents, em 12 de agosto de 2000, com uma tripulação de 118 homens. Foi batizado em homenagem a uma das maiores batalhas da Segunda Guerra Mundial, a Batalha de Kursk, ocorrida em 1943.

————————————————————————————————

Imagem (Fonte):

http://www.dnevnik.bg/sviat/2015/04/07/2508533_goriashta_ruska_iadrena_podvodnica_shte_bude/?ref=rss

————————————————————————————————

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://en.wikipedia.org/wiki/Russian_submarine_Orel_%28K-266%29

[2] Ver:

http://www.bbc.com/news/world-europe-32202771

[3] Ver:

http://www.bbc.com/news/world-europe-20676677

[4] Ver:

http://www.theguardian.com/world/2013/sep/16/fire-russian-nuclear-submarine-tomsk

[5] Ver:  

http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/kursk-historia-submarinos_russos.shtml

Wladimír Tzinguílev - Bulgária

De nacionalidade Búlgara, é Mestre em Segurança Corporativa (2012) pela Universidade de Economia Nacional e Mundial (UNSS, Sófia). Atua na área de Segurança Pública, Segurança Corporativa e Diplomacia Corporativa com foco nos países do Leste Europeu, sendo referência em questões relacionadas a Península Balcânica, Turquia e Rússia. Atualmente é jornalista e editor de notícias internacionais da Televisão Nacional da Bulgária (BNT).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!