LOADING

Type to search

Instabilidade na Grécia poderia causar problemas geopolíticos à Europa

Share

De acordo com um grupo de políticos alemães, um cenário hipotético no qual a Grécia deixe a “Zona do Euro” e/ou aprofunde sua instabilidade econômica e política seria completamente desfavorável à segurança da “União Europeia” (UE). O aprofundamento da crise grega geraria uma crescente vulnerabilidade política no país e na região.

O grupo de políticos, em sua maioria filiados ao “Partido Cristão Democrata” (Partido da Chanceler alemã Angela Merkel) apontaram riscos que vão desde o crescimento de refugiados sírios na região, passando pelos demais conflitos no Oriente Médio, até o crescimento da influência russa na região (como outrora anunciado em nota publicada no Ceiri Newspaper*) que busca um novo local estratégico para a alocação de sua base naval, uma vez que a base russa no porto sírio de Tartus passou a ser instável.

 

Com isso, busca-se uma renovação no ambiente político alemão que luta pela recuperação da Grécia como parte indissociável da Europa. Em consonância com esta idéia, o Ministro grego Evripidis Stylianidis declarou: “Se não percebemos que a Grécia atua como ‘paredão’ para todos os tipos de problemas que ameaçam a Europa, não seremos capazes de controlar a situação. Sendo assim, a Grécia deve-se manter econômica e politicamente estável. Caso contrário, eu temo que nós tenhamos que lidar com a propagação do fundamentalismo islâmico, crime organizado e até mesmo o terrorismo”**.

———————————————

Fontes Consultadas:

* Ver:

http://jornal.ceiri.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=2772:os-interesses-russos-na-grecia&catid=94:notas-analiticas&Itemid=656

** Ver:

http://www.dw.de/dw/article/0,,16243215,00.html

Tags:
Thiago Babo - Colaborador Voluntário

Mestrando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (Usp); Bacharel em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Puc-SP). Colaborador do Núcleo de Análise da Conjuntura Internacional (NACI) e do Núcleo de Estudos de Política, História e Cultura (Polithicult). Experiência profissional como consultor de negócios internacionais. Atua nas áreas de Política Internacional, Integração Europeia, Negócios Internacionais e Segurança Internacional. No CEIRI NEWSPAPER é o Coordenador do Grupo Europa.

  • 1

Deixe uma resposta