LOADING

Type to search

Israel vive tensão acerca das relações com o Egito

Share

A segurança de Isael passa por um momento de grave tensão, após a invasão por centenas de manifestantes da embaixada israelense em Cairo, capital do Egito. A invasão foi uma resposta pela morte de cinco militares egípcios durante confrontos ocorridos entre israelenses e palestinos na fronteira entre a “Faixa de Gaza” e o Egito. O incidente ocorreu devido à perseguição por forças de segurança israelense a palestinos que atacaram um ônibus e mataram civis.

 

Israel teme que seja rompido o “Acordo de Paz” assinado entre os dois países em 1979, que foi e é um dos grandes responsáveis pela manutenção do equilíbrio e da paz na região. Um dos temores do governo israelense durante a crise política no Egito foi que o novo governo pudesse adotar uma postura diferente a do presidente deposto Hosni Mubarak em relação ao seu país, pois ele mantinha o Acordo e garantia relações próximas entre ambos os Estados.

A atual “Junta Militar” que governa o Egito decidiu até o momento manter as relações entre os dois governos, preservar o status entre ambos os países e resolveu punir em tribunal especial os responsáveis pela invasão da embaixada, que resultou na retirada dos diplomatas israelenses do local por “Forças de Segurança” egípcias.

Analistas acreditam que as relações não serão abaladas e será restaurada brevemente a representação, no entanto, a situação política no Egito é incerta e oscila com momentos de fragilidade, devido a variedade de segmentos que compuseram os grupo que derrubou o antigo regime e a sociedade esta aguardando as eleições que estão sendo organizadas para substituir este governo provisório.

Para Israel resta esperar para que o rumo político do Egito não seja tomado por grupos anti-ocidentais, ou anti-israelenses. Observadores completam que, mais que a segurança nacional israelense, a forma como agem Turquia, Egito e Jordânia define os rumos do equilíbrio de forças no Oriente Médio, uma das regiões do globo cujo desequilíbrio afeta o sistema internacional como um todo.

———————–

Fontes: www.estadão.com

Links:

* Ver:

 http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,junta-militar-do-egito-declara-estado-de-emergencia,770599,0.htm

** Ver:

http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,embaixador-de-israel-deixa-o-egito-diz-tv-estatal-do-pais,770597,0.htm

*** Ver:

http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,israel-diz-que-acordo-de-paz-com-o-egito-continua-em-pe,770883,0.htm

**** Ver:

http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,premie-de-israel-diz-que-quer-manter-paz-com-egito,770867,0.htm

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!