LOADING

Type to search

Share

Devido às mudanças do setor automobilístico decididas pelo Governo brasileiro, a chinesa “JAC Motors” suspendeu a construção de sua fábrica no Brasil. Tal medida se deve á decisão governamental brasileira que atingiu o “Imposto sobre Produtos Industrializados” (IPI) e às medidas de desvalorização do real frente ao dólar dos Estados Unidos.

Segundo dados divulgados pela imprensa, esta é a segunda vez que a montadora desiste de um plano, pois os 30% de IPI para automóveis importados afeta o planejamento financeiro dos chineses. As informações foram disponibilizadas pela sua representação no Brasil, o “Grupo SHC”, liderado pelo empresário Sérgio Habib.

 

De acordo com os dados disseminados na mídia, mesmo mantendo o Projeto de construir sua fábrica na Bahia até que a empresa estivesse com os 65% de nacionalização, a JAC continuaria sendo cobrada da percentagem máxima do IPI e isto não agradou os possíveis investidores chineses.

A instabilidade do câmbio “Real x Dólar” também se tornou um fator importante para a suspensão da fábrica, pois a cotação que hoje supera os 2 reais, o que encarece a importação das principais peças para a montagem de seus veículos no Brasil.

Até o momento a “JAC Motors” não publicou nenhuma nota oficial quanto a possibilidade de retroceder na decisão e manter seu Projeto original. Vale lembrar que, entre o segundo semestre do ano passado e o primeiro semestre deste ano, a empresa já estava estudando fornecedores nacionais e incentivando fornecedores chineses a abrirem unidades no Brasil. Por enquanto, o país vai perdendo mais de 900 milhões de reais em investimentos.

—————

Fontes:

Ver:

http://www.macauhub.com.mo/pt/2012/07/31/grupo-chines-jac-motors-desiste-de-construcao-de-fabrica-no-brasil/

Mais informações com a assessoria através do site:

http://www.jacmotorsbrasil.com.br

 

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!