LOADING

Type to search

Share

O “Ministério da Defesa do Japão” informa que a sua “Missão de Manutenção da Paz no Haiti” deixará o país no próximo ano e suas ações no “Sudão do Sul” serão estendidas. As “Forças Terrestres de Autodefesa” japonesas estão presentes no Haiti desde o ano de 2010 e o Japão é um dos colaboradores para reconstrução da ilha após o grande terremoto que devastou grande parte do seu território. Enquanto se preparam para a saída, as autoridades já anunciaram que todos ou boa parte dos maquinários utilizados serão doados aos haitianos.
Confirmada a retirada do país caribenho, foi anunciado que a “Missão de Paz” presente no “Sudão do Sul” será estendida até o final do ano de 2013. A remoção das tropas japonesas neste país também se daria até o final deste ano (2012), mas Tokyo decidiu permanecer por mais um ano na região, devido a situação política instável.

As unidades nipônicas presentes em ambos os países trabalham em diversos setores de infraestrutura, agricultura e educação. Geralmente não se envolvem nos conflitos armados ou em missões de policiamento, mantendo a filosofia de evitar participar de qualquer combate armado.
————-

Fontes:

Ver
http://www3.nhk.or.jp/nhkworld/portuguese/top/news04.html
Ver:

http://www3.nhk.or.jp/nhkworld/portuguese/top/news05.html

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!