LOADING

Type to search

Share

Conforme previsto pela eleição ocorrida no dia 28 de fevereiro, o agora Presidente do Kosovo, Hashim Thaçi, tomou posse na última quinta-feira (dia 7 de abril). O seu passado guerrilheiro foi bastante salientado, como visto em veículos como a BBC e a Agencia EFE, uma vez que ele lutou junto às forças nacionalistas do Exército de Libertação do Kosovo (ELK) durante a Guerra do Kosovo, entre 1998 e 1999.

Fundador do maior partido político, o Partido Democrático do Kosovo – o qual foi ramificação direta do ELK – Thaçi tornou-se o Primeiro-Ministro do país logo após sua independência, unilateralmente declarada da Sérvia, em 2008. Ficou no ofício até 2014, tornando-se o Ministro das Relações Exteriores.

A cerimônia de posse em Pristina foi irrompida por protestos de opositores, com bombas de gás lacrimogênio – fazendo referência a antigas manifestações do mesmo grupo de oposicionista – além de pedras jogadas por manifestantes no lado de fora do Parlamento, bem como boicote à solenidade de posse. As relações de Thaçi com as minorias no país têm sido extremamente conturbadas desde que um acordo com a Sérvia foi firmado, em 2015, apesar disso, o diálogo com a oposição tem se intensificado. O Partido do Movimento da Autodeterminação tomou responsabilidade por todas hostilidades ocorridas na cerimônia. Deve-se destacar, ainda, que um pacto de demarcações fronteiriças com Montenegro também causou descontentamento por parte de membros do Parlamento e uma parcela da população kosovar.

Em seu discurso de posse, Thaçi salientou o relacionamento com a Sérvia, que “deve buscar a boa-vizinhança, a normalização dos laços entre os dois países e sua população”, além de reconhecer que “os albaneses e sérvios têm um passado amargo, mas devem olhar para o futuro”. A integridade e soberania de Kosovo também se mostra como um desafio do mandato, levando em consideração que 23 dos 28 membros da União Europeia não reconhecem o país como uma entidade independente da Sérvia.

———————————————————————————————–

Imagem (Fonte):

http://www.digitaljournal.com/img/1/0/4/8/0/9/3/i/2/9/1/p-large/ad5dee19ce0c16e405e8031ca749b7fc9c43bc26_2.jpg

Tags:
Matheus Felten Fröhlich - Colaborador Voluntário Júnior

Mestrando em Ciências Sociais pela PUC-RS. Bacharel em Relações Internacionais (2014), pelo Centro Universitário Univates de Lajeado - RS, realizou estudos em Segurança Internacional na Högskolan i Halmstad em Halmstad, Suécia (2013). Áreas de interesse em pesquisa são em Política Internacional, Segurança Internacional, Península Balcânica e etnias nas Relações Internacionais.'

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!