LOADING

Type to search

“Livro Branco de Defesa” do Japão é repudiado pela China

Share

A nova edição anual do “Livro Branco de Defesa”, expedido pelo “Ministério da Defesa do Japão”, aponta a modernização militar da China como uma ameaça ao Japão. A referência explícita aos chineses ocorre desde 2004, quando o país emitiu uma nova versão do “National Defense Guideline”, que informa as medidas tomadas no âmbito da defesa do Japão. A Coréia do Norte, juntamente com a China, é considerada uma potencial ameaça ao arquipélago.

 

Segundo o Livro Branco, “[…] A China continua aumentando seus gastos militares e está amplamente modernizando suas capacidades em um alto ritmo, focando na área nuclear, na de mísseis, na Força Naval e na Força Aérea. Além de fortalecer sua projeção de poder, está expandindo e intensificando suas atividades nas águas vizinhas. Tais medidas, juntamente com falta de transparência no que se refere aos assuntos militares e de segurança da China, estão se transformando em um motivo de preocupação na região e na comunidade internacional.”

De acordo com a agência “China Radio International”, o governo chinês reprovou o “Livro Branco” japonês, afirmando que há muitos conceitos errôneos em relação ao crescimento militar do país. O Governo insiste que a modernização tem fins pacíficos e não pretende ameaçar o Japão e nenhum outro Estado da Ásia.

Recentemente, a China informou que está reformando um antigo porta-aviões soviético. A presença chinesa está focada nos mares ao sul da Ásia, onde há conflitos em torno de territórios. Como Tóquio também tem disputas com Pequim, a ameaça se estende ao Japão. Tóquio teme que, com o crescimento naval chinês, tais atividades se tornem uma prática rotineira nas águas que cercam o arquipélago.

Tags:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!