LOADING

Type to search

Meta de ampliação do turismo em Moçambique

Share

Durante a cerimônia de lançamento da campanha Restaurante Amigo do Cliente, realizada no início do mês de setembro, em Maputo (Moçambique), o Ministro da Cultura e Turismo moçambicano, Silva Dunduro, pronunciou-se reiterando a meta governamental de tornar seu país referência mundial na área do turismo até o ano de 2025.

Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique

Desta maneira, o programa lançado pelo Governo e pela Federação Moçambicana de Turismo visa contribuir para o melhoramento da prestação de serviços, como forma de atração de mais turistas e assim contribuir para que seja alcançada a meta estipulada.

A iniciativa havia sido proposta pelo presidente Felipe Nyusi, em 2016, na IV Edição da Feira Internacional de Turismo. Denominado como Plano Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo 2016-2025, este projeto tem como meta a ampliação do setor turístico, por meio do estabelecimento da melhoria do serviço público, da infraestrutura do país e do diálogo com o setor empresarial e prestador de serviços. Nyusi compreende que o incentivo para o desenvolvimento dessa área possibilita a dinamização de outros setores econômicos e sociais, beneficiando o país de forma multidimensional.

O segmento turístico em Moçambique vem apresentando crescimento ao longo dos últimos anos. O Fórum Econômico Mundial apresentou em 2017 o Relatório de Competitividade de Viagens e Turismo, no qual expõe as tendências mundiais no que tange a procura por destinos, avaliando 136 Estados. Neste documento, Moçambique encontra-se na posição 122, sendo que, em comparação com o índice de 2015, o país estava na 129º colocação.

Ademais, os dados do Relatório destacam o crescimento por viagens a países em desenvolvimento para a próxima década. Atribui-se a procura por Moçambique à existência de políticas de consciência e preservação ambiental, com a manutenção de reservas naturais, sendo isto um atrativo ao turismo. Do mesmo modo, em relação às políticas adotadas quanto aos vistos, a abertura de postos de fronteira mais acessíveis contribui para a efetivação das metas do Governo.

———————————————————————————————–                    

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Mapa e localização de Moçambique” (Fonte):

http://www.turismomocambique.co.mz/WMOC/htm/images/mapa_guia_turistico_pt.jpg

Imagem 2 Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique” (Fonte):

https://pt.wikipedia.org/wiki/Filipe_Nyusi#/media/File:Filipe_Nyusi.jpg

 

Lauriane Aguirre - Colaboradora Voluntária

Bacharela em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Dentre as áreas de interesse encontram-se Cooperação Técnica Internacional e Segurança Internacional. Como colaboradora do CEIRI Newspaper escreve sobre o continente africano, mas especificamente os países de língua portuguesa.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.