LOADING

Type to search

Ministro sul-coreano enfatiza a recuperação da economia do país

Share

Nesta quinta-feira, dia 2 de outubro, o ministro das Finanças da Coreia do Sul, Choi Kyung-hwan, apresentou parecer sobre o atual estado da economia coreana durante coletiva de imprensa realizada em Seul.

Segundo Choi, a economia do país tem apresentado uma recuperação gradativa, mas não com a velocidade e a força necessárias ao crescimento diante de um contexto desafiador que envolve a diminuição da demanda interna e a lenta recuperação da economia global[1]. Durante a coletiva, o Ministro ressaltou pontos de preocupação, tais como a desaceleração da economia na zona do euro, a possibilidade de aumento na taxa de juros nos EUA e a desvalorização da moeda japonesa, o que coloca uma forte pressão sobre pequenas e médias empresas do país[2]. Para minimizar os possíveis efeitos da desvalorização do yen, Choi informou que o Governo irá conceder isenções tarifárias e baixas taxas de juros em empréstimos com finalidade de aquisição de equipamentos[3].

A recuperação da economia do país tem sido um ponto chave no Plano de Governo da presidente Park. Ao longo deste ano, foram propostas diversas medidas visando este objetivo, uma delas envolvendo uma possível taxação sobre as reservas financeiras de grandes empresas do país, caso elas não invistam de forma a produzir resultados tangíveis em renda e geração de empregos, o que tem gerado um intenso debate entre o setor público e privado nos últimos meses[4].

Nesta mesma semana, o ministro Choi encontrou-se com executivos locais para solicitar  apoio das empresas na recuperação da economia sul-coreana por meio da adoção de uma postura mais ativa no que diz respeito a investimentos e demonstrar abertura por parte do Governo para compreender as principais dificuldades dos empresários em seus ramos de atividade[5].

—————————————————————————

ImagemMinistro Choi Kyung-hwan concede entrevista coletiva à imprensa para tratar o estado atual da economia coreana, em Seul, Coreia do Sul, dia 2 de outubro de 2014” (Fonte – Yonhap News):

http://english.yonhapnews.co.kr/business/2014/10/02/55/0502000000AEN20141002003551320F.html

—————————————————————————

Fontes consultadas:

[1] Ver:

http://english.yonhapnews.co.kr/business/2014/10/02/55/0502000000AEN20141002003551320F.htm

[2] Ver:

http://www.koreaherald.com/view.php?ud=20140930000692

[3] Ver:

http://english.yonhapnews.co.kr/business/2014/10/02/55/0502000000AEN20141002003551320F.html

[4] Ver:

http://www.koreatimes.co.kr/www/news/biz/2014/07/488_161501.html

[5] Ver:

http://www.koreaherald.com/view.php?ud=20140930000692

—————————————————————————

Ver também:

http://www.koreaherald.com/view.php?ud=20140930000731

Camila Vieira - Colaboradora Voluntária

Graduada em Relações Internacionais pelas Faculdades Metropolitanas Unidas, realizou intercâmbio na Universidade de Lodz e especialização em Administração na EAESP-FGV. Ampla experiência na área internacional obtida em consultoria estratégica, organização multilateral, entidade de classe, agência governamental e de notícias, sempre com foco na expansão de operações internacionais e de PMEs. No momento, atua em projetos de internacionalização e articulação institucional e prepara-se para iniciar Mestrado em Políticas Públicas.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!