LOADING

Type to search

Morales decide expulsar Coca-Cola para fins propagandísticos

Share

O Governo boliviano declarou à imprensa que expulsará a empresa Coca-Cola do país. A data acertada foi o dia 21 de dezembro deste ano (2012) e o ato será usado de forma propagandística em defesa das medidas socializantes adotadas pelo mandatário, respondendo as exigências de setores da população que desejam maior velocidade na implantação do socialismo.

O momento escolhido tem como objetivo juntar alguns elementos de impacto no imaginário social, podendo-se destacar: (1) a Coca-Cola é uma gigante da iniciativa privada; (2) está relacionada diretamente com a cultura norte-americana, ou seja, liga-se ao Estado que os atuais governantes do país consideram seu principal inimigo político, diplomático, estratégico e ideológico; (3) o dia 21 de dezembro refere-se ao fim do “Calendário Maia”, quando se afirma que ocorrerá o fim do mundo.

 

O Governo está anunciando que a data representa o fim de uma etapa da história humana. Na realidade, o fim do capitalismo e o surgimento de um novo mundo, socialista, daí o efeito propagandístico que pretendem criar com a “expulsão de um símbolo do capitalismo norte-americano no momento do fim do mundo”.

O ministro do Exterior, David Choquehuanca, declarou que será o início de “uma cultura da vida”* e a festa para a concretização da medida será feita na “Ilha do Sol”, situada no “Lago Titicaca”, ao fim do dia que é o “solstício de verão” no “Hemisfério Sul”. Afirmou: “O dia 21 de Dezembro de 2012 marca o fim do egoísmo, da divisão. O 21 de Dezembro tem que ser o fim da Coca-Cola e o começo do mocochinche (refresco de maçã, um refrigerante muito popular no país). Os planetas se alinham após 26 mil anos. É o fim do capitalismo e o início do comunitarismo”*.

O refrigerante será substituído por similares locais produzidos a base de “folha de coca”, dentre eles o “Coca Brynco” e o energético “Coca-Colla” (com dois l), além do refresco mocochinche. Também está sendo alegado que um dos objetivos com a proibição do produto estadunidense é garantir a saúde pública, pois o Governo vem divulgando que ele é prejudicial ao ser humano. Observadores questionam sobre a fórmula dos  similares bolivianos e a forma como os produtos derivados da folha de coca são usados, bem como em que intensidade.

——————-

Fontes:

* Ver:

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=7&id_noticia=189565

——————-

Ver também:

http://opensadordaaldeia.blogspot.com.br/2012/07/evo-morales-vai-expulsar-coca-cola-da.html

Ver também:

http://chicosantanna.wordpress.com/2012/07/29/bolivia-promete-interditar-coca-cola-ate-o-fim-do-ano/

Ver também:

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1129749-bolivia-nao-tera-coca-cola-e-mcdonalds-a-partir-de-dezembro.shtml

 

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.