LOADING

Type to search

Nelson Mandela e a utilização do esporte para unir uma nação

Share

No dia 5 de dezembro, através de diversos eventos pelo mundo, foi celebrado o aniversário da morte de Nelson Mandela, que faleceu ano passado (2013) aos 95 anos de idade. A história de Mandela é ligada a luta histórica contra o Apartheid na África do Sul e com o período posterior, quando ele se tornou o primeiro Presidente negro do país, além do seu engajamento político através de filantropia*. A importância de Mandela para o século XX não necessita de introdução, podendo-se selecionar algumas partes de sua longa vida regada de luta contra as desigualdades sociais e raciais. É importante focar o período em que ele esteve como Presidente da África do Sul, como o seu Governo lidou com o período de transição, quando a parcela que estava no poder durante o Apartheid temia pela sua segurança, e qual foi a maneira que este Governo liderado por Mandela conseguiu apaziguar os ânimos e criar uma nação multicolor**.

A grande vitória de Mandela durante o seu mandado ocorreu quando da Copa do Mundo de Rúgbi de 1995, que foi organizada e vencida pela África do Sul. Durante os seus anos de prisão, ele observou a paixão dos africâneres pelo Rúgbi, esporte que é praticado em massa pela minoria e também pela elite que controlava o Estado e suas instituições. Com o fim do Apartheid, diversas lideranças do partido de Mandela, o African National Congress (ANC) / Congresso Nacional Africano (CNA), queriam eliminar o grande orgulho dos africâneres, a Seleção de Rúgbi e suas cores que, aos olhos destas lideranças, eram representativas do regime que acabava de ser deposto. A visão de Mandela que compreendeu a importância deste esporte para esta parcela da população que ainda controlava muitas instituições no país, se opôs a eliminação do time que é mundialmente chamado de Springbokes***. A sua justificativa foi que para uma parcela da população que já tinha perdido o poder, perder este símbolo seria a possível gota d’água que poderia levar o país a uma guerra civil.

A Copa do Mundo de 1995 foi sediada na África do Sul no período posterior a estas discussões dentro do CNA e, nela, o país manteve os símbolos que perduram até hoje, a cor verde e a gazela. O acompanhamento por parte de Mandela dos jogos e a final onde mais de 65.000 pessoas de diferentes etnias cantaram o nome do Presidente após a vitória da seleção sobre a Nova Zelândia, a grande potência deste esporte, fez com que a jogada de Mandela tenha conseguido um grande sucesso e tornou possível a produção de uma união através do esporte, não só para o seu país, mas também para outros locais que passaram por problemas similares e tomaram-no como exemplo.

—————————————————————————

* O Apartheid foi o regime que perdurou de 1948 até 1994, quando a minoria Africâner controlava a política e a liberdade na África do Sul.

** O termo nação multicolor se refere aqui a bandeira da África do Sul que representa as diversas etnias que estão presente no território do país. Mandela não acabou com todos os problemas desta “nova” nação, mas, sim, mostrou um caminho para ser seguido.

*** A Seleção de Rúgbi da África do Sul é conhecida pelo apelido de Gazela (Sprinbok) tal como a seleção brasileira de futebol era/é conhecida como os canarinhos.

—————————————————————————

ImagemNelson Mandela entrega a taça de Campeão do Mundo a François Pienaar, em 1995” (Fonte):

http://www.dailymail.co.uk/sport/article-2520026/Nelson-Mandela-knew-sport-power-help-end-apartheid–PATRICK-COLLINS.html

—————————————————————————

Fontes Consultadas:

Ver:

http://www.dailymail.co.uk/sport/article-2520026/Nelson-Mandela-knew-sport-power-help-end-apartheid–PATRICK-COLLINS.html

Ver:

http://news.bbc.co.uk/onthisday/hi/dates/stories/august/18/newsid_3547000/3547872.stm

Ver:

http://www.nydailynews.com/sports/more-sports/mandela-sports-unite-racially-divided-south-africa-article-1.1539151

Ver:

http://abcnews.go.com/International/nelson-mandela-1995-rugby-world-cup-south-africa/story?id=12789149

Ver:

http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/nelson-mandela/10140763/Nelson-Mandela-seized-the-opportunity-of-the-Rugby-World-Cup-1995.html

Thomas Farines - Colaborador Voluntário Júnior 1

Mestrando em Estudos Políticos do Oriente Médio e do Mediterrâneo no King’s College London. Especialista em História e Política do Oriente Médio e Maghreb. Possui Bacharelado em Historia pela UFSC. Participou de diversos projetos de pesquisa ligados ao CNPQ: A imagem do Outro em relatos de viajantes; Diáspora Africana no Brasil e Movimento Sem Terra. Hoje, além de trabalhar academicamente com Esporte para o Desenvolvimento e para a Paz, é treinador voluntário em um projeto que ensina jovens de bairros desprivilegiados a jogar futebol.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.