LOADING

Type to search

Share

O fenômeno do Bitcoin (BTC) tem causado alarme no Banco Nacional da Dinamarca, pois a valorização da criptomoeda tem crescido de forma intensa fazendo com que milhares de pessoas busquem essa opção como fonte de investimento. No início das operações, um BTC podia ser adquirido por poucos dólares americanos, mas, com a recente alta, seu valor de mercado ultrapassou os US$ 15,000.00.

Criada, em 2009, a moeda digital utiliza a tecnologia peer to peer, ou seja, ponto a ponto em referência a descentralização do sistema de rede, cujo funcionamento permite o uso de um determinado ponto, seja como cliente, seja como servidor. Em outras palavras a compra e venda de Bitcoins é livre de interferências estatais, visto que não existe um órgão central que regule as ações, sendo estas plenas para o indivíduo.

Sede do Banco da Dinamarca

O grande atrativo do BTC não é apenas a possibilidade de ganhos reais com a conversão da moeda digital para a moeda não digital, e, sim, a falta de burocracia do processo que anima os adeptos liberais. Entretanto a preocupação de que o Bitcoin possa ser uma bolha financeira é grande pelos especialistas e governos, os quais recomendam cautela na injeção de recursos.

O Jornal Finans trouxe a declaração do diretor do Banco Nacional da Dinamarca, Lars Rohde, sobre o tema a respeito do qual não é um entusiasta: “É um mercado completamente desregulado. Se o valor for 50% maior ou menor em uma semana, ninguém pode dizer nada. Não é um mercado regulamentado. Não é responsabilidade das autoridades. É responsabilidade do individuo”.

O Jornal DR aponta que a Dinamarca poderá legalizar o BTC caso esse ganhe popularidade, conforme a afirmação do Diretor da Autoridade Dinamarquesa de Supervisão Financeira, Jesper Berg, que declarou: “Se de repente as pessoas realmente começam a se mudar para esse universo, então também devemos começar a pensar sobre como o regulamos”. 

Os analistas entendem que o futuro do BTC é desconhecido, seja pela sofisticação dos hackers no desenvolvimento de estratégias para favorecer ilícitos, ou mesmo na possibilidade de tributação estatal, cuja legalização da criptomoeda poderia acarretar em algum desincentivo. Entretanto a lógica do sistema Bitcoin ajuda-nos a compreender melhor os sistemas políticos e econômicos atuais, e a relembrar que o liberalismo clássico está atuante.

———————————————————————————————–                    

Fontes das Imagens:

Imagem 1 O Bitcoin na Dinamarca” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/50/Bitcoin.png

Imagem 2 Sede do Banco da Dinamarca” (Fonte):

https://no.wikipedia.org/wiki/Danske_Bank#/media/File:Holmens_Kanal_14_K%C3%B8benhavn.jpg

Bruno Veillard - Colaborador Voluntário Júnior

Mestrando pelo Programa de Pós-graduação em Sociologia e Política (PPG-SP), e Bacharel em Relações Internacionais pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro vinculado a Universidade Cândido Mendes (IUPERJ/UCAM). Atua na produção de notas analíticas e análises conjunturais na área de política internacional com ênfase nos países Nórdico-Bálticos e Rússia.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!