LOADING

Type to search

O gasoduto russo sul-europeu e as regras da União Europeia

Share

Na semana passada (em 28 de Agosto), o Comissário Europeu para Assuntos Energéticos, Gunther Oettinger, declarou que os países da União Europeia precisam dizer em única voz que o gasoduto russo do sul pode existir, mas de acordo com nossas regras[1].

Um dia após esta declaração, Gunther Oettinger esteve em uma reunião com o Ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, resultando no entendimento para ambos de que as principais regras para o projeto se debruçam em quatro elementos: os preços provisórios; o cumprimento de todas as obrigações de fornecimento e trânsito; um plano de pagamento para as contas não pagas a serem desenvolvidas nas próximas semanas; e a utilização do oleoduto OPAL[2].

Mesmo a União Europeia se opondo ao posicionamento russo perante a Crise na Ucrânia, analistas observam o interesse dos países do oeste europeu em manter relacionamento comercial com a Rússia, pois, mesmo se o gás de xisto norte-americano alcançar o mercado europeu, este não seria comparado à reserva de gás encontrada sob território russo.

A reserva de gás da Rússia é a maior do mundo, contando com 47.800 trilhões de metros cúbicos. Em segundo lugar fica o Irã, com 33.610 trilhões de metros cúbicos. Os EUA aparecem em quinto lugar, com 9.459 trilhões de metros cúbicos[3]. Esses dados seriam, para analistas, fortes indicadores da necessidade de se manter relações próximas com a Rússia, não apenas pelo fornecimento de gás em curto prazo, mas também em médio e longo prazos.

—————————————————————————

Imagem Negociações de gás entre o vice-presidente da Comissão Europeia Oettinger e o ministro da Energia da Rússia Novak” (Fonte – Álbum oficial Flickr: EUinRussia):

 https://www.flickr.com/photos/euinrussia/15073295115/in/set-72157646988650852                              

—————————————————————————

Fontes consultadas:

[1] Ver South stream may exist, but under eu rules – eu energy chief oettinger”(Publicado em 28 de agosto de 2014)‎:

http://en.ria.ru/business/20140828/192419583/south-stream-may-exist-but-under-eu-rules—eu-energy-chief.html

[2] Ver Outcome of gas talks between vice-president oettinger and russian energy minister novak” (Publicado em 29 de agosto de 2014):

http://europa.eu/rapid/press-release_STATEMENT-14-262_en.htm

[3] Ver Country comparison: natural gas – proved reserves”(Publicado em 1o de janeiro de 2013):

https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/rankorder/2253rank.html

 

Daniel Costa Sampaio - Colaborador Voluntário Júnior

Pósgraduado em Ciência Política (IUPERJ) e Bacharel em Relações Internacionais (UCAM). Experiência profissional em Representação Comercial e atualmente Gerente de Projetos e Novos Negócios na Prefeitura do Rio de Janeiro. No CEIRI Newspaper escreve no grupo Europa desde março de 2013, em que desenvolve publicações com ênfase na Política Externa Russa.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.