LOADING

Type to search

O IV Fórum Econômico Oriental na Rússia

Share

O IV Fórum Econômico Oriental ocorreu nesta semana, entre os dias 11 e 13 de setembro (2018), na cidade russa de Vladivostok. O evento criado em 2015 para promover o desenvolvimento do Leste da Rússia tem adquirido maior importância a cada edição. O tema deste ano é: “O Extremo Oriente: expandindo os limites das oportunidades”.

A programação inclui temáticas de apoio a investidores, prioridades para a indústria local, projetos internacionais de cooperação, melhora das condições de vida, e a realização de 7 painéis de diálogo da Rússia com a China, Índia, Japão, Coreia, Oriente Médio, Europa, e com a Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN). 

Presidente da Federação Russa, Vladimir Putin

Durante o Fórum, o Presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, sinalizou a criação de um programa nacional para desenvolver o Extremo Oriente do país. O documento visa unificar estratégias de infraestrutura local com os projetos realizados pelas Oblasts (que corresponde aos Estados no Brasil) e nacionais, incentivando a atração de empresas russas e estrangeiras.

Proposta inovadora é transformar a cidade de Vladivostok em um centro de desenvolvimento digital e, desta forma, promover os setores de software, tecnologia da informação e segurança cibernética. O objetivo é captar entusiastas com o desejo de desenvolver novas ideias em startups e nas áreas de robótica, biotecnologia, medicina e ecologia, mediante regime jurídico especial.

O jornal Rossiyskaya Gazeta trouxe a fala do Presidente Putin sobre a relevância do Extremo Oriente para o Estado russo: “Nossos esforços visam criar um poderoso centro de cooperação internacional e integração, negócios e atividades de investimento, educação, ciência e cultura aqui na região da Ásia-Pacífico, que cresce dinamicamente”.

Os analistas observam com expectativa o crescimento do Extremo Oriente russo, pois ele poderá se tornar um polo econômico de referência na região da Ásia-Pacífico. Todavia, é um desafio de caráter regional construir um projeto de desenvolvimento deste porte, o qual exige respostas e cooperação não só da Rússia, mas, também, dos Estados vizinhos.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Universidade Federal do Extremo Oriente local de realização do Fórum Econômico Oriental” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/7/79/Far_Eastern_Federal_University_%2822089157145%29.jpg/1280px-Far_Eastern_Federal_University_%2822089157145%29.jpg

Imagem 2 Presidente da Federação Russa, Vladimir Putin” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/d/d5/President_Vladimir_Putin.jpg/384px-President_Vladimir_Putin.jpg

Bruno Veillard - Colaborador Voluntário Júnior

Mestre em Sociologia Política (2018) e Bacharel em Relações Internacionais (2014) pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro – IUPERJ vinculado a Universidade Cândido Mendes. Atualmente incorpora o quadro do CEIRI Newspaper, onde atua na qualidade de colaborador voluntário na produção de notas analíticas e conjunturais na área de política internacional europeia com ênfase nos Estados Nórdico-Bálticos e Rússia.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!