LOADING

Type to search

Os direitos dos homossexuais no Oriente Médio

Share

O Líbano[1] não está no grupo de países que condena os gays à morte, mas em outro, que considera a homossexualidade ilegal e, pela Lei, existe a condenação de um ano de prisão pelo que definem como ato sexual não natural. Diversos jovens homossexuais que vivem em Trípoli e em outros países do Oriente Médio afirmam que a questão de gênero e de homoafetividade são assuntos não aceitos na sociedade islâmica e, para escapar das perseguições e das condenações aplicadas ao grupo LGBT (Lésbicas,Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), eles procuram saída para outros países adeptos aos direitos da comunidade LGBT. No entanto, mesmo com a perseguição e com leis rígidas aos grupos LGBT, Organizações não Governamentais (ONG), como a ONG Proud Lebanon[2] (na periferia de Beirute), que em português significa Orgulho Líbano, acolhe refugiados homossexuais desde 2013, realizando um trabalho assistencial em que oferece atendimento médico e psicológico, cursos de formação e comida.

A visão islâmica[3] sobre a homossexualidade teve início na história bíblica de Sodoma e Gomorra, também narrada no Alcorão,onde Deus destruiu o povo de com um desastre colossal, salvando apenas o profeta e alguns poucos crentes. Os pensadores islâmicos medievais deduziram uma punição terrena por considerarem a homossexualidade como uma forma de adultério, no entanto, apesar do Alcorão narrar essa punição divina para Sodoma e Gomorra, ele não decreta uma punição[4] terrena para a homossexualidade, diferindo do Antigo Testamento, como também não há registro de que o Profeta Maomé tenha de fato punido alguém por ser homossexual.

As punições aos homossexuais nos países[5] do Oriente Médio são extremas e vão desde a existência de legislação que criminaliza as relações sexuais entre pessoas do mesmo gênero, até a punição física e mesmo a pena de morte[6], como são os casos daArábia Saudita, do Irã e do Iêmen. Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), os combatentes do Estado Islâmico (EI) jogam os homossexuais do alto de edifícios[7] e depois os apedrejam até a morte. Tal atitude chamou a atenção do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (CSNU), que, em agosto, realizou sua primeira reunião[8] sobre direitos da comunidade LGBT, na qual homossexuais sírios e iraquianos relataram as atrozes perseguições por parte do grupo radical Estado Islâmico (EI).

———————————————————————————————-

Imagem (Fonte):

http://www.editoracontexto.com.br/blog/dia-internacional-do-orgulho-gay-28-de-junho-1969/

———————————————————————————————-

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

https://olharesdejornalistas.wordpress.com/2015/05/28/ser-gay-no-libano-nao-e-uma-opcao/

[2] Ver:

http://www.proudlebanon.org/

[3] Ver:

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/the-international-new-york-times/2015/07/29/hostilidade-de-muculmanos-em-relacao-a-homossexualidade-tem-pouca-base-no-alcorao.htm

[4] Ver:

http://www.nytimes.com/2015/07/29/opinion/mustafa-akyol-what-does-islam-say-about-being-gay.html?_r=0

[5] Ver:

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/entrevistas/21482/nao+e+facil+ser+gay+em+nenhum+lugar+do+mundo+diz+ex-lider+de+ong+para+lesbicas+palestinas.shtml

[6] Ver:

http://internacional.estadao.com.br/noticias/oriente-medio,ira-condena-mais-um-a-morte-por-ser-homossexual,592198

[7] Ver:

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/07/150723_ei_homossexuais_tg

[8] Ver:

http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/08/conselho-de-seguranca-celebra-primeira-reuniao-dedicada-a-direitos-lgbt-4832100.html

Izabel Sales Afonso - Colaboradora Voluntária Júnior I

Graduada em Direito pela Faculdade de Ciências Humanas de Pernambuco; Jornalista; Pós-graduanda em Política Internacional pela Faculdade Damásio, Pós-graduanda em Comércio Exterior e Negócios Internacionais pela Universidade de Araraquara(UNIARA); Graduada em Direito pela Faculdade de Ciências Humanas de Pernambuco; Jornalista; atua como voluntária no Instituto de Reintegração do Refugiado(ADUS).

  • 1

2 Comments

  1. Massa Muscular 23 de novembro de 2015

    o que eu mais acho graça disso tudo é que o grupo lgbt no brasil quer atacar os cristãos como se eles perseguissem e matasse gays no brasil, mas nao fala nada quando se trata de muçulmanos…. fala serio

    Responder

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.