LOADING

Type to search

Share

Nesta semana, foi aberto o “2o Fórum de Cooperação e Desenvolvimento Industrial” entre a China e a África, um Fórum com pontos positivos para ambos. De acordo com alguns dados divulgados pela “China Radio Internacional” (CRI), há a expectativa de que o volume comercial ultrapasse os US$ 150 bilhões neste ano (2011). A soma do comércio entre chineses e africanos já atingiu US$ 120 bilhões até o mês de setembro passado.

 

Os países africanos vem aumentando suas exportações para a China e os mesmos, continuam recebendo investimento chineses para facilitar as suas exportações. Um exemplo, está no crescimento das exportações de Moçambique para a Ásia, cerca de 36 mil toneladas direcionados à China, Índia, Tailândia, Singapura e Bangladesh.

Não apenas existe apenas o caso de Moçambique, por isso as evoluções de outros países africanos estão sendo observadas pelos chineses, onde os empresários e empresas estatais atuam com investimentos pesados em áreas que possam atender as necessidades do crescimento chinês.

—————

Fontes:

Ver “CRI”:

http://portuguese.cri.cn/561/2011/11/28/1s142911.htm

Ver Macau Hub”:

http://www.macauhub.com.mo/pt/2011/11/28/exportacao-de-algodao-de-mocambique-para-a-asia-devera-render-36-milhoes-de-dolares

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.