LOADING

Type to search

Paraguai só retornará ao MERCOSUL e à UNASUL após eleições presidenciais

Share

O ministro das relações exteriores do Brasil, Antônio Patriota, declarou ontem, segunda-feira, dia 22 de outubro, que o tratamento em relação ao Paraguai continuará o mesmo, não havendo possibilidade de ser encerrada a suspensão do país em relação ao “Mercado Comum do Sul” (MERCOSUL) e à “União das Nações Sul-Americanas” (UNASUL), apesar dos movimentos do atual Presidente para que haja alteração da situação.

Declarou Patriota: “Não há indicação de que a suspensão do Paraguai seja revogada sem que haja algum fato que garanta a plena vigência da democracia. Sem eleições, é difícil que haja mudanças. Mesmo depois das eleições, a situação tem de ser observada”*.

 

De acordo com observadores, a manifestação da autoridade brasileira reflete a expectativa que há entre os governos de esquerda da região de que Fernando Lugo (o ex-presidente, afastado em junho) consiga aprontar em tempo a coalizão que está organizando para concorrer com um candidato seu à Presidência e colocar um significativo número de congressistas no Legislativo paraguaio.

Além disso, apontam que o Paraguai se verá mais isolado no MERCOSUL diante da presidência temporária que ocupará a Venezuela no ano que vem, exatamente durante o período das eleições paraguaias, quando a UNASUL, que também suspendeu o país, se posicionará como observadora das eleições, mantendo a pressão sobre o Governo paraguaio para forcar um retrocesso em relação afastamento do grupo de Lugo do poder.  

——————————-

Fontes Consultadas:

* Ver:

http://www.monitormercantil.com.br/index.php?pagina=Noticias&Noticia=121710&Categoria=INTERNACIONAL

Ver também:

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI6247463-EI8140,00-Brasil+nao+acredita+em+retorno+do+Paraguai+a+Unasul+antes+das+eleicoes.html

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.