LOADING

Type to search

Partido Democrata lança ação judicial contra Governo russo, campanha de Donald Trump e Wikileaks

Share

No final de 2016, os Estados Unidos (EUA) estavam imersos numa acirrada campanha eleitoral entre os candidatos Donald Trump, do Partido Republicano, e Hillary Clinton, do Partido Democrata, que resultou na eleição do republicano Trump ao cargo da Presidência. No entanto, o desfecho da votação iniciou outro momento de tensão no país, visto que o Partido opositor começou a acusar a campanha do atual Presidente de ter utilizado meios ilícitos para conseguir vantagens. Dentre as acusações feitas, apontava-se o uso de ciberespionagem e até a suposta intervenção do Governo russo nas eleições em favor do candidato Republicano.

Nesse sentido, no dia 20 de abril (2018), o Partido Democrata entrou com uma ação judicial contra o Governo russo, a campanha de Trump e a organização WikiLeaks. De acordo com o processo apresentado ao Tribunal Federal de Manhattan, são 13 acusações feitas que incluem invasão de propriedade, fraude de computadores, apropriação indevida de segredos comerciais, dentre outras.

O Presidente do Comitê Nacional Democrático, Tom Perez

Dessa forma, a oposição segue afirmando que os Republicanos tiveram apoio dos russos e de suas agências de espionagem para a realização de atos que prejudicaram a candidata Clinton. De acordo com Tom Perez, presidente do Comitê Nacional Democrático, “durante a campanha presidencial de 2016, a Rússia lançou um ataque total à nossa democracia e encontrou um parceiro ativo e disposto na campanha de Donald Trump”.

Em resposta a esses acontecimentos, o Governo Russo e o presidente Trump negam todas as acusações. À luz das queixas que já vinham sendo realizadas nos últimos anos, Moscou pronunciou-se afirmando que essas incriminações são absurdas e que não há provas que evidenciam que tal suposto conluio realmente ocorreu. Em relação ao processo judicial, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia ainda não se pronunciou definitivamente, pois não recebeu uma notificação oficial do Governo norte-americano. Em contrapartida, a representante do Ministério, Maria Zakharova, comentou que aqueles que não sucederam nas eleições norte-americanas de 2016 buscam culpar seus erros em alguma “conspiração” e/ou “interferência externa.

A Casa Branca não se pronunciou oficialmente ainda, mas a equipe de campanha de Trump afirmou que tais acusações são infundadas e falsas. A situação é crítica dentro das próprias instituições norte-americanas, mas também segue estremecendo as relações entre o Ocidente e a Federação Russa. Não se sabe qual será o resultado desse processo, entretanto, entende-se que países têm, tradicionalmente, Imunidade Soberana em relação às ações judiciais. Isso significa que a soberania do Governo Russo não será transpassada por conta de qualquer decisão do Tribunal Federal de Manhattan, mas política e economicamente não é possível prever as consequências.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a candidata pelo Partido Democrata à presidência em 2016, Hillary Clinton” (Fonte):

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Trump_%26_Clinton.jpg

Imagem 2 O Presidente do Comitê Nacional Democrático, Tom Perez” (Fonte):

https://commons.wikimedia.org/w/index.php?search=tom+perez&title=Special:Search&go=Go&searchToken=og16yeohk6j5ki3irwixlr9k#/media/File:Tom_Perez_(33380600143).jpg

Isabela Joia - Colaboradora Voluntária

Bacharela em Relações Internacionais pelas Faculdades de Campinas (FACAMP) e atual graduanda em Ciências Econômicas pela mesma instituição. Participou da Newsletter do Centro de Estudos de Relações Internacionais (CERI) da FACAMP como redatora e corretora de artigos. Fez sua tese de conclusão de curso sobre as relações diplomáticas entre a Rússia e os Estados Unidos no pós Guerra Fria. Tem grande paixão pela escrita e por assuntos relacionados à Segurança Internacional e Diplomacia.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.