LOADING

Type to search

Pentágono publicará documento sobre ataques cibernéticos

Lucas Leite 1 de junho de 2011
Share

De acordo com o “The Wall Street Journal”, o Pentágono passará a interpretar ataques cibernéticos como possíveis atos de guerra. Dessa forma, ações militares poderiam ser consideradas como respostas aos ataques.

 

Think Tanks” norte-americanos já teriam alertado o governo estadunidense da maior possibilidade deste tipo de ação inimiga, o que gerou um contato dos Estados Unidos com países integrantes da “Organização do Tratado do Atlântico Norte” (OTAN) e demais aliados para que atentem à suposta ameaça.

Por causa disso, é esperado para o mês de junho um documento oficial do Pentágono com definições mais claras sobre o conceito de “Ataque Cibernético” e as possíveis represálias do governo dos EUA – inclusive e especialmente as ações militares que ocorreriam como consequência.

A definição expressa buscaria dissuadir países considerados como potencialmente perigosos no que tange ao assunto e são esperadas definições que englobarão ataques a redes de transmissão de energia e sistemas de transportes, por exemplo.

Analistas afirmam que China e Rússia seriam possíveis focos deste tipo de dissuasão, uma vez que são apontados como fontes de ações do gênero, embora em casos anteriores de ataques cibernéticos, nos quais se alegou que a autoria provinha destes países, houve negação veemente por parte dos respectivos governos.

Deve-se frisar que um dos problemas relacionados aos ataques cibernéticos é a escassa e quase inexistente legislação acerca do problema, o que impede maior investigação e punição dos responsáveis.

Tags:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!