LOADING

Type to search

Pesquisas continuam apontando reeleição de Cristina Kirchner

Share

As pesquisas eleitorais divulgadas na Argentina ontem, domingo, dia 9 de outubro, apontam que Cristina Kirchner será reeleita “Presidente da República” já no primeiro turno com mais de 50% dos votos, sabendo-se que para ser eleita necessitará de mais de 45% dos votos, ou acima de 40%, desde que tenha 10% a mais que o segundo colocado.

 

Os analistas afirmam que três fatores têm sido determinantes para a garantia do quase certo sucesso eleitoral da atual mandatária:

(1) O crescimento constante da economia, a uma taxa que ronda a casa dos 9%, exceto em 2009, quando houve a crise internacional e a economia do país sofreu forte abalo;

(2) O “efeito viúva” que desde a morte do ex-presidente Nestor Kirchner não esmoreceu, pois a mandatária tem sabido usar de forma constante e profissional a imagem de seu marido morto, embora alguns analistas apostassem que o efeito passaria.

(3) O uso constante das imagens caras ao peronismo, principalmente dos líderes Juan Perón e Evita para mostrar que há uma continuidade ideológica, política e programática na figura de Cristina Kirchner. Segundo Lorenzo Pepe, secretário-geral do “Instituto Juan Domingo Perón”, em declarações à “Agência Efe,Cristina, favorita nas pesquisas eleitorais, soube reposicionar a imagem do general Perón (1946-1955/1973-1974) e de Evita, com citações, homenagens e programas de governo que reivindicam os tradicionais ideais peronistas. (…) Todos os candidatos peronistas recorrem à figura de Evita e Perón. O peronismo permaneceu na memória coletiva dos argentinos. Mas, Cristina Kirchner é quem mais expressa essas idéias do movimento”*.

Analistas têm destacado que o fator mais importante é o resultado econômico, já que o desemprego está abaixo da casa dos 7%, o país tem firmado vários acordos de cooperação econômica com expressivos países no mundo e tem havido muitos investimentos na Argentina.

Isto tem feito com que a população chegue a ignorar os contínuos escândalos de corrupção em seu governo; a taxa de inflação, bem como as acusações de mascaramento dos índices inflacionários e, em especial, a dificuldade da mandatária em explicar o aumento de 928% da fortuna pessoal ao longo de seu governo e de seu marido, conforme disseminado na mídia internacional**.

——————–

Fontes:

* Ver:

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5402456-EI8140,00-Peronismo+e+foco+de+campanha+eleitoral+na+Argentina.html

* Ver:

http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,cristina-kirchner-deve-ser-reeleita-em-1-turno,783319,0.htm

Ver Também:

http://www.destakjornal.com.br/readContent.aspx?id=10,111865

Ver vídeos:

(1)

http://video.br.msn.com/watch/video/cristina-lembra-nestor-kirchner-no-ultimo-ato-publico-antes-das-eleicoes/1gi60ivm0

(2)

http://video.br.msn.com/watch/video/cristina-kirchner-abre-vantagem-de-quase-8-milhoes-de-votos-nas-primarias/1gijcjhbs?cpkey=dd947a1a-e553-4b54-8ef9-2d8b94797bb7%7c%7c%7c%7c

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.