LOADING

Type to search

Chile, Brasil e Bolívia efetivam o estabelecimento de um corredor bioceânico, ligando Santos a Iquique

Share

Em novembro de 2010, o Chile, o Brasil e a Bolívia farão a  inauguração do corredor de 3,8 mil quilômetros estabelecido para ligar o porto de Santos (Estado de São Paulo, Brasil) ao porto de Iquique (Chile). O corredor passará pelo Departamento (Estado) de Tarija, na Bolívia.

As autoridades dos três Estados estão otimistas com o empreendimento, pois todos consideram que será um trabalho essencial ao desenvolvimento econômico dos países envolvidos e um fator significativo para garantir a integração da America do Sul, começando pelo espaços regionais.

O “Ministro das Relações Exteriores do Chile”, Alfredo Moreno, comemorou e afirmou que agora serão dados os passos necessários à segunda fase, que é o de resolver as diferenças em questões aduaneiras, tributárias e sanitárias. Ou seja , a parte física se completou, faltando a conclusão dos remendos políticos e jurídicos.

As autoridades sabem que as diferenças precisam ser aparadas para tornar o empreendimento efetivo e gerador de riqueza. Nas palavras de Moreno, “vamos passar, agora, à segunda etapa, que é como administrar esse corredor de maneira que esteja sempre disponível, com normas aduaneiras, sanitárias e de trânsito homogêneas“.

Os chilenos têm consciência da importância que representa para a sua economia a efetivação desta linha (Faltam 200 km de estrada serem pavimentadas na Bolívia), pois ela atrairá recursos especialmente ao Chile, já que haverá um caminho construído rumo ao mercado asiático, tanto para a produção do Brasil, como também aos produtos de outros países que chegarem no porto brasileiro de Santos.

Nas palavras do Ministro chileno, “Será um acesso importante para os mercados asiáticos, os que mais crescem no mundo, com os quais temos [os chilenos] acordos de livre comércio”.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.