LOADING

Type to search

Mais um passo para concretizar a criação do novo Bloco latino-americano

Share

Foi anunciado ontem, dia 31 de março, que o Chile, o Peru e a Colômbia estão realizando a integração de suas “Bolsas de Valores”, dando início ao processo de negociação em três meses. Aproximadamente no mesmo período em que será realizada a reunião entre os “Chefes de Estado” destes três países e do México para a criação da “Área de Integração Profunda”, o novo bloco comercial que se pretende constituir num futuro “Bloco Econômico”.

De acordo com declarações feitas por José Antônio Martinez, presidente da “Bolsa de Santiago”, disseminadas pela “Agência Reuters”, está prevista a integração da nova “Bolsa de Valores” com “BMF&Bovespa” no primeiro semestre de 2012, confirmando a construção de cenário feita por analistas e apresentada em nota no CEIRI, no dia 28 de março, de que o Brasil seria incorporado no processo, mas em etapas e à medida que a integração se concretize.

Como a criação da Bolsa representa um avanço em relação ao processo de integração fora do modelo socialista que está sendo concebido para a América do Sul e América Latina, as eleições peruanas passaram a receber maiores atenções, principalmente devido ao crescimento do candidato à esquerda, Ollanta Humala, que, devido as ligações com o bolivarianismo no continente poderá frear o desenvolvimento da “Área de Integração Profunda”, uma vez que sua tendência natural será agregar à “Aliança Bolivariana para as Américas” (ALBA).

Analistas afirmam que, no entanto, os ganhos que podem resultar da criação deste novo Bloco comercial são elevados e isto poderá ser usado nesta reta final de campanha eleitoral no Peru para afastar o eleitor de Humala.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.