LOADING

Type to search

A União Européia financiará as próximas eleições no Haiti

Share

A União Européia busca 4 milhões de euros para ajudar na organização das eleições legislativas no Haiti, em fevereiro de 2009, [quando serão escolhidos] 99 deputados e 11 senadores.

Para o representante da União européia no país, Francisco Gosseti, o Haiti tem uma oportunidade neste momento para sair da instabilidade política e fortalecer as instituições democráticas, as quais ajudaram à promoção do desenvolvimento e à criação de riquezas.

Segundo o funcionário internacional, apesar das dificuldades cotidianas dos cidadãos e cidadãs, a situação econômica é melhor e as Agências de Financiamento percebem o esforço do atual governo para consolidar as instituições. Elas também defendem uma ampla participação [neste pleito].

No entanto, é importante destacar que as últimas eleições parciais que se realizaram no mês de abril, para 9 senadores, foi marcada por fraudes massivas e uma participação estimada em menos de 5%. Até o ex-vice presidente do Colégio Eleitoral, Rodol  Pierre, denunciou certas irregularidades, em proveito dos candidatos oficiais.

Para alguns observadores, a postura da comunidade internacional para apoiar fielmente a organização das futuras eleições, apesar das fraudes massivas [apontadas] nas últimas eleições de abril deste ano [2009], tem por objetivo justificar sua presença no país e esconder o fracasso da “missão de estabilidade” no Haiti.

 

ORIGINAL

POLÍTICA INTERNACIONAL – La Unión Europea financiara las próximas elecciones en Haití

La Unión europea busca 4 millones de euros para ayudar a la organización de las próximas elecciones legislativas en Haití en febrero para 99 diputadas y 11 senadores. Para el representante de la Unión Europea en el país, Francisco Gosseti,  Haití tiene una oportunidad en este momento para salir de la inestabilidad política y fortalecer las instituciones democráticas que ayudaran a la promoción del desarrollo y a la creación de riquezas.  

Según el funcionario internacional, a pesar de las dificultades cotidianas de los ciudadanos y ciudadanas, la situación económica es mejor y las agencias de financiamiento perciben el esfuerzo del actual gobierno para consolidar las instituciones. También el abogo por una amplia participación a estas elecciones.

Sin embargo es importante destacar que las ultimas elecciones parciales que se han realizados en el mes de abril para 9 senadores han sido marcados de fraudes masivas y una participación estimada a menos de 5%. Hasta el  ex Vicepresidente del Colegio Electoral, Señor Rodol Pierre ha denunciado ciertas irregularidades a provecho de los candidatos oficiales.

Para algunos observadores, la postura de la comunidad internacional para apoyar fielmente la organización de las futuras elecciones a pesar de las fraudes masivas en las ultimas elecciones en abril  de este ano tiene por objetivo justificar su presencia en el país y esconder el fracaso de la misión de estabilidad en Haití.

Tags:
Jean Garry - Porto Príncipe (Haiti)

De nacionalidade haitiana, é formado em Marketing pela Universidad Interamericana de Santo Domingo, possui Pós-Graduação em Gestão de Projetos Sociais pela Universidad Autónoma de Santo Domingo e Mestrado em Economia pela Universidad Internacional de Andalucía (Espanha). É graduado no Curso de Gerenciamento Social do Instituto de Desenvolvimento Social (INDES) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Washington, e do curso Gestão Estratégica do Desenvolvimento Social e Regional da Comissão Econômica para América Latina (CEPAL) em Santiago do Chile. Tem experiência como Gerente de Marketing em diversas empresas privadas e trabalhou como consultor em Desenvolvimento Comunitário do Ministério de Obras Públicas do Haiti e em diversos projetos de desenvolvimento.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!