LOADING

Type to search

Ações de Pyongyang para atrair a atenção da Coréia do Sul

Share

Em agosto deste ano, o governo norte-coreano libertou os marinheiros que estavam a bordo de uma embarcação capturada pelas autoridades do país nas proximidades do mar comercial sob sua jurisdição. Além do feito, o governo fez um pedido formal para a “Cruz Vermelha” sul-coreana.

Na embarcação apreendida havia quatro marinheiros sul-coreanos e três chineses. Eles foram capturados próximos de uma zona econômica exclusiva da Coréia do Norte, estando a caminho da zona restrita. A libertação destes tripulantes estava sendo negociada entre as duas Coréias, mas não houve respostas positivas a partir do governo de Pyongyang.

Este teve a iniciativa de libertar tais tripulantes como uma forma de negociar seu pedido de arroz e equipamentos para a Coréia do Sul. Com as fortes chuvas e as enchentes que atingem a península coreana, ambas as Coréias estão sofrendo grandes perdas e sérios prejuízos.  Por falta de recursos, o governo norte-coreano fez um pedido formal para a “Cruz Vermelha” do país vizinho.

Tal pedido está sendo analisado pelas autoridades competentes da Coréia do Sul e a resposta ainda não foi dada ao Governo do norte. O momento entre as duas Coréias é de tensão, desde o caso “Cheonan”, a Fragata sul-coreana que naufragou no primeiro trimestre deste ano (2010), supostamente por ataque de um submarino norte-coreano. O clima na região é de pré-conflito, mas se espera que as tensões diminuam devido aos desastres naturais e às iniciativas do governo norte-coreano em sua política externa.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!