LOADING

Type to search

Ahmadinejad toma posse sob crescente crise política no país

Share

O presidente reeleito do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, tomou posse para o cargo sob fortes protestos da oposição e da população iraniana. Manifestantes se encontraram na porta do Parlamento Iraniano expressando seu posicionamento contrário ao atual presidente, cujo pleito eleitoral foi identificado como fraudado e, ainda assim, teve o respaldo do Líder Supremo, Ali Khamenei.

 

Em semanas recentes, Ahmadnejad anunciou que priorizaria uma política econômica próxima da anunciada pela oposição, como forma de responder ao momento de crise pelo qual o país passa. No mesmo compasso, anunciou como Primeiro Vice-Presidente, Esfandiar Rahim Mashaie, cujo posicionamento pró-Israel irritou a alta cúpula iraniana e colocou o presidente sob o fogo daqueles que o apoiaram.

A medida parecia uma forma de conter os setores opositores mais ativos, no entanto, a ala conservadora reagiu de forma a provocar o primeiro revés ao presidente Ahmadinejad.

As condições em que o presidente tomou posse trouxeram para a sociedade internacional um quadro problemático. À medida que o povo aumentar suas manifestações, o governo tenderá a aumentar a repressão e o controle da informação, algo que levará o país distúrbios crescentes, os quais, se chegarem ao extremo, certamente produzirão um abalo ao subsistema regional, refletindo em todo o sistema internacional.

O momento de crise mundial tem afetado especialmente os países cujos governos produziram menos aberturas à sociedade e por isso necessitam de meios violentos para manter o povo sob controle.  O receio é de que se avizinhem vozes da guerra como recurso para produzir inimigos, os quais permitirão gerar a união do povo.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.