LOADING

Type to search

AIEA anuncia que Irã está enriquecendo urânio a 20%

Share

A “Agência Internacional de Energia Atômica” (AIEA) anunciou que o Irã colocou em funcionamento um segundo conjunto de centrífugas para tornar mais eficaz o processo de enriquecimento de urânio, chegando a 20%. Com isso o governo do país contraria as resoluções da “Organização das Nações Unidas” (ONU) e assume postura de confronto final com a comunidade internacional.

Especialistas afirmam que a medida tomada pelo governo iraniano reforçará as ações das grandes potências, pois, tecnicamente, o passo mais difícil na tecnologia de enriquecimento está em consegui-la nesta faixa percentual. Deste patamar para aquele necessário à produção de um artefato atômico (enriquecimento acima de 90%) é mais rápido e simplificado.

A tendência será de que as sanções acordadas até o momento sejam aplicadas pela sociedade interancional e novas medidas comecem a ser estudadas, sem excluir a possibilidade de alguma intervenção, razão pela qual o governo do Irã está buscando aceleradamente novos Acordos com a China, acreditando que os chineses possam frear o andamento das ações contra seu país.

Ontem, dia 10 de agosto, mesmo o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, que tentou articular Acordo com os iranianos, assinou contrariado o Decreto que acata a resolução do “Conselho de Segurança da ONU”, que amplia as sanções contra o Irã.

Segundo declaração do “Ministro das Relações Exteriores do Brasil”, Celso Amorim,  “O presidente fez isso de certa maneira contrariado quanto ao conteúdo, porque nós votamos contra a resolução da ONU. Não acreditamos que essa resolução que estabeleceu sanções contribui para resolver o problema”.

Ainda de acordo com o Ministro, serão tomadas às medidas para o cumprimento das sanções, já que o Brasil preza por ser um cumpridor da jurisdição internacional, embora em sua declaração tenha mostrado que as regras não estabelcem a obrigatoriedade para as revistas dos navios iranianos que atracarem nos portos brasileiros, mas apenas que é permitido inspecioná-los caso haja suspeitas.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!