LOADING

Type to search

Apesar de ainda indefinida, Chávez toma como certa a entrada da Venezuela no MERCOSUL

Share

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, toma como certa a aprovação pelo Congresso paraguaio, da entrada de seu país no “Mercado Comum do Sul” (MERCOSUL). A certeza decorre do Pacto feito entre o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, e a oposição política do país, que tem a maioria das cadeiras no Legislativo.

Segundo declaração do senador Carlos Filizzola (governista), a questão da Venezuela não está na pauta do Acordo acertado entre as lideranças, porém estão negociando, já que consideram essencial a presença dos venezuelanos, apesar das críticas ao presidente Hugo Chávez. O argumento é de que o país não pode ser confundido com seu presidente e os ganhos para o Bloco sul-americano e para o Paraguai serão maiores que as perdas.

A atual presidência do Senado está nas mãos de Oscar González Daher, do “Partido Colorado”, que voltou a assumir a direção desta instituição após perder a hegemonia nas eleições gerais de 2008, quando estavam a 61 anos no poder.

Um dos principais opositores aos venezuelanos é o vice-presidente paraguaio, Frederico Franco, mas o retorno dos colorados à presidência do Senado, substituindo Miguel Carrioza, do “Partido Pátria Querida” (PPQ) também intenso opositor, está sugerindo que a questão venezuelana esteja no cenário, para responder à esquerda do país, que tem questionado o presidente e está começando a investir na radicalização política.

Acreditam que é um pacto de governabilidade para contemplar as frentes mais radicais, por isso tem crescido a possibilidade de aprovação da entrada da Venezuela no MERCOSUL.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta