LOADING

Type to search

Bernard Kouchner reivindica uma liderança haitiana no marco da reconstrução do país

Share

O ministro das “Relações Exteriores” da França, o embaixador Bernard Kouchner, ao término neste domingo de uma visita de 72 horas no Haiti, sustentou: “Compartilho com os haitianos a necessidade de tomarem posse de seus futuros. Quanto mais rápido a ‘Comunidade Internacional’ deixar o Haiti, melhor seria para todos. Os haitianos têm em suas mãos, suas próprias responsabilidades”.

Reconheceu que relações sentimentais e amistosas entre a França e o Haiti não se sucederam após a independência haitiana, a primeira República negra independente, porém não quis falar da controvertida questão do reembolso da famosa dívida de independência que a França havia reclamado ao Haiti para reconhecer sua independência. Esta soma tem um valor atualizado de 21 bilhões de dólares e foi reclamada para governo de Jean Bertrand Aristide.

Com respeito às críticas sobre a lentidão dos desembolsos das promessas sobre os projetos da reconstrução, disse que mais de um bilhão de dólares foram gastos dos 10 bilhões prometidos pela “Comunidade Internacional”. Sustentou que se pode entender a impaciência dos haitianos, porém há que ver a realidade, pois não se pode construir sobre um modelo fracassado.

ORIGINAL

POLITICA INTERNACIONAL – Bernard Kouchner aboga por un liderazgo haitiano en el marco de la reconstrucción

El ministro de las relaciones exteriores de Francia, el embajador Bernard Kouchner al término de una visita de 72 horas  en Haití este domingo sostiene : “ Comparto con los haitianos la necesidad de adueñarse de sus futuros. Mas rápido la comunidad internacional dejara Haití, mejor seria para todos. Los haitianos tienen en sus manos sus propias responsabilidades”

Reconoció que relaciones sentimentales  y  amistosas entre Francia y Haití no  han sucedido la independencia de Haiti, la primera republica negra independiente, pero no ha querido hablar de la controvertida cuestión de reembolso de la famosa deuda de independencia que Francia había reclamado a Haití para reconocer su independencia. Esta suma tiene un valor actualizado de 21 billones de dólares y ha sido reclamado por el gobierno de Jean Bertrand  Aristide.

Con respecto a las críticas sobre la lentitud de los  desembolsos de las promesas sobre los proyectos de la reconstrucción, dijo que más de un billón de dólares ha sido gastado sobre las 10 billones prometidos por la comunidad internacional. Sostiene que se puede entender la impaciencia de los haitianos, pero hay que ver la realidad, no se puede construir sobre un modelo fallado.

Tags:
Jean Garry - Porto Príncipe (Haiti)

De nacionalidade haitiana, é formado em Marketing pela Universidad Interamericana de Santo Domingo, possui Pós-Graduação em Gestão de Projetos Sociais pela Universidad Autónoma de Santo Domingo e Mestrado em Economia pela Universidad Internacional de Andalucía (Espanha). É graduado no Curso de Gerenciamento Social do Instituto de Desenvolvimento Social (INDES) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em Washington, e do curso Gestão Estratégica do Desenvolvimento Social e Regional da Comissão Econômica para América Latina (CEPAL) em Santiago do Chile. Tem experiência como Gerente de Marketing em diversas empresas privadas e trabalhou como consultor em Desenvolvimento Comunitário do Ministério de Obras Públicas do Haiti e em diversos projetos de desenvolvimento.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!