LOADING

Type to search

Caça as baleias podem levar o Japão a ignorar acordo internacional

Share

No mês de junho será celebrado um acordo internacional para a regulamentação de caças as baleias. No entanto, o Japão disse que não abrirá mão de seu programa de caça científica, mesmo com a aprovação de tal acordo.

Países da região da Ásia-Pacífico são grandes caçadores das baleias e geram inúmeros protestos por partes de ativistas de ONG`s internacionais. O Japão, dentre todas as nações, é a maior caçadora de baleias e cancelar esta atividade é um assunto muito tenso no país.

O acordo proposto pelo chileno Cristián Maquieira, presidente da “Comissão Internacional da Baleia” (CIB), será discutido no final do mês de junho em Marrocos. Até o dia do evento, os japoneses estudam possíveis exceções e mudanças em seu programa de caça as baleias.

Em uma matéria publicada pela “Folha de São Paulo”, no dia 26 de maio, a embaixada japonesa se posicionou contra o acordo, afirmando que pode não aderir a ele, caso seja confirmado.

 

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.