LOADING

Type to search

Share

Em declaração dada nesta terça-feira, dia 9 de março de 2010, o governo chinês informou que os investimentos em compra dos títulos do tesouro americano constituem apenas uma “atitude de mercado” e “não deve ser politizada“.

A declaração foi dada pelo diretor da “Administração Estatal das Reservas Externas”, Yi Gang, onde afirma que “a China é um investidor responsável e o investimento será mutuamente vantajoso“.

Os últimos valores investidos na compra de títulos do tesouro norte-americano pelo governo chinês chegam a, aproximadamente, 900 milhões de dólares, sendo a China o Estado que mais possui estes tipos de documentos estadunidenses.

A China, hoje, também é o Estado com a maior carteira de investimentos no mundo, tendo atingido US$ 894,8 bilhões no final do ano de 2009, só para títulos comprados nos EUA. Em geral, além do mercado americano, ela tem quase 2,4 Bilhões de dólares em compra de títulos e ativos.

Para manter sua economia, ela tem atuado com políticas comerciais, econômicas, diplomáticas e ainda como um “investidor” arrojado, fazendo projeções de compra e venda de ativos e títulos para obter mais ganhos para os cofres do governo.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.