LOADING

Type to search

China propõe combate à mudança climática com apoio dos países desenvolvidos

Share

O presidente da China, Hu Juntao, enfatizou que existe a necessidade de dar atenção especial aos interesses das nações emergentes, durante o combate às mudanças climáticas. Argumentou que esses países tenderão a aumentar, significativamente, com a poluição, enquanto se desenvolvem, mas isso não pode interromper os seus processos de desenvolvimento.

 

O presidente Hu propôs que as nações ricas ajustem o combate às mudanças climáticas à promoção do progresso dos países em desenvolvimento, garantindo capital, tecnologia e assumindo a responsabilidade de oferecer alternativas de apoio financeiro (de forma suficiente) para as nações em desenvolvimento, sobretudo os países mais atrasados.

Quanto à posição interna, o líder chinês afirmou que “a China já elaborou e aplicou o Pacote Estatal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas. O país continuará, tomando medidas fortes, eficazes e incluindo o tema nos projetos de desenvolvimento socioeconômico.”

Hu Juntao também demonstrou que deseja ter a China como um forte protagonista no combate ao problema. Em seu foco está à convicção de que é fundamental atender a necessidade das nações emergentes, na busca da cooperação para se chegar a uma solução prática e eficaz.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.