LOADING

Type to search

China reduz suas reservas de títulos da dívida norte-americana

Share

A china reduziu suas reservas em títulos da dívida americana em 3,1%, caindo em junho do montante de US$ 801,5 bilhões para US$ 776,4 bilhões. É a maior margem desde o ano 2000.

 

Os chineses tem se mantido, ao longo dos últimos dez anos, com a principal reserva de do mundo, superando todos os demais credores dos EUA, uma vez que este investimento sempre apresentou poucos riscos e bom retorno.

Nesse momento em que os chineses estão reduzindo suas aplicações, Japão, Reino Unido e Brasil, demais importantes credores, estão adquirindo reservas.

A preocupação da China é com o crescente déficit do governo norte-americano, devido ao plano econômico de Barak Obama. O receio é que esses esforços aumentem a inflação e reduzam o valor do dólar, trazendo graves prejuízos.

Para acalmar os chineses, o secretário do Tesouro norte-americano, Timothy Geithner, esteve em Pequim assegurando que nada irá acontecer. A resposta chinesa precisa ser observada com seriedade por países que mantém a política de aquisição, como é o caso do Brasil.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.