LOADING

Type to search

Cristina Kirchner continua confronto com mídia

Share

Após as determinações da Justiça argentina acerca da suspensão da liminar que cancelava a licença da Fibertel, empresa pertencente ao “Grupo Clarín”, que detém à autorização para o fornecimento dos serviço de internet na Argentina, a presidente do país, Cristina Fernandez Kirchner, está acusando a mídia de ser sensacionalista e sem ética, ao chamá-la de “caranchos” (ave de rapina que se alimenta de cadáveres, correspondente no nordeste brasileiro ao “carcará”).

A acusação veio depois de os Jornais Clarín e “La Nacion” terem publicado as fotos em que aparece Cristian Favale, o homem acusado de ser o assassino do líder esquerdista Mariano Ferreyra, com os ministros da Economia, Amado Boudou, e da Educação, Alberto Sileoni.

A situação diz respeito ao fato de este líder ter sido morto durante uma manifestação trabalhista de ferroviários terceirizados, que foi reprimido por grupo supostamente atrelado ao Sindicato do setor, o qual dá apoio à Presidenta do país.

Cristina acusou os jornais de estarem fazendo uso político da morte de Ferreyra e sabe que, após a guerra iniciada com os principais Jornais argentinos, terá de buscar formas de manter o controle da informação. Analistas apontam que o processo ainda está em início e Cristina Kirchner é o exemplo argentino de um modelo que está se implantando no restante da região.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!