LOADING

Type to search

FAB recua e apresenta relatório sem optar pelo caça preferido para o “Projeto FX-2”

Share

Encontra-se na mesa do ministro da Defesa, Nelson Jobim, o relatório da “Força Aérea Brasileira” (FAB) sobre a avaliação dos caças que estavam na concorrência para o Projeto FX-2.

Após quase seis meses da declaração do Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, sobre sua preferência pelo caça francês Refale, o novo documento que foi entregue ao Ministro retirou a pontuação que antes havia e a classificação que os militares da Aeronáutica tinham apresentado, na qual o preferido do presidente Lula; de seu Assessor Especial para Assuntos de Relações Internacionais (Marco Aurélio Garcia), do Ministro da Defesa (Nelson Jobim) e do Ministro das Relações Exteriores (Celso Amorim) ficava em último lugar.

Agora consta apenas que todos os aparelhos respondem às exigências técnicas requeridas pela “Força Aérea Brasileira”, deixando para a Presidência a decisão, segundo os critérios que alegam ser estratégicos e políticos.

Os militares exigem apenas que a decisão seja tomada rapidamente, evitando o adiamento como aconteceu no período do segundo mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso.

De qualquer forma, analistas têm apontado que a situação ficou tingida com suspeitas e acusações de atos ilícitos. Certamente trará mais dúvidas, devido à forma como foi conduzida e os erros de procedimento, de comportamento e de postura das autoridades envolvidas ao longo do processo. 

O ministro Jobim fará um relatório e entregará ao presidente Lula para que este tome sua decisão. Graças ao anúncio antecipado feito pelo mandatário brasileiro, já se sabe que Lula escolherá o caça francês, exceto no caso de algum acontecimento extraordinário que o faça mudar de posicionamento.

O fato, contudo, será muito tratado ao longo do período eleitoral de 2010 e não surpreenderá que surjam dados para tingir ainda mais o processo de concorrência para a aquisição dos futuros caças brasileiros.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!