LOADING

Type to search

Eleições no Peru: Humala aumenta diferença no primeiro lugar

Share

Ontem, dia 3 de abril, foram divulgadas as últimas pesquisas de intenção de votos para as “Eleições Presidenciais” peruanas, cujo primeiro turno ocorrerá no próximo final de semana, no dia 10 de abril.

De acordo com a empresa de pesquisas “Ipsos Apoyo”, o único candidato a ter garantida sua presença no segundo turno será Ollanta Humala, que vem em ascensão, subindo de 22,8% da penúltima pesquisa (quando já estava em primeiro lugar) para 27,2%.

Em segundo lugar aparece Keiko Fujimori, a filha do ex-presidente Alberto Fujimori, que mostrou 20,5%, tendo perdido pontos, pois que na penúltima pesquisa estava com 22,3%. Alejandro Toledo, que estava em segundo lugar, caiu e agora vê a possibilidade de perder a terceira posição para Pedro Pablo Kucziynski, em ascensão constante. Segundo ainda os dados divulgados, apesar da liderança neste primeiro turno, Humala ganharia somente de Kuczynski numa simulação de segundo turno.

Analistas apontam que a situação eleitoral no Peru é imprevisível, pois nas últimas eleições Humala foi para a segunda rodada eleitoral com mais pontos do que apresenta neste momento e perdeu o pleito para Alan Garcia, pois seu eleitorado é circunscrito a determinado segmento e, mesmo que esteja moderando o discurso, ainda é identificado com o lado radical da esquerda bolivariana da América do Sul.

Keiko Fujimori sofre o problema do passado de seu pai, Alberto Kenya Fujimori, que foi condenado a 25 anos de prisão por violações aos “Direitos Humanos” enquanto governava o país (dois mandatos seguidos, indo de 1990 até 2000). A condenação ocorreu em 2009 e foi logo depois confirmada em pelo “Supremo Tribunal” do Peru.

O ex-presidente também foi condenado por vários crimes de corrupção, algo que prejudica a imagem da candidata Keiko Fujimori, sua filha, acrescentando que se acredita irá trabalhar para rever a sentença. Este é um fator que está sendo usado pelos adversários.

Analistas afirmam, contudo, que o histórico do Peru demonstra que a população é capaz de observar a conjuntura presente, não se prendendo ao passado dos candidatos. Como exemplo, citam o caso de Alan Garcia, que em 2006 sofreu denúncias de corrupção existente no seu primeiro mandato de “Presidente da República” (1985-1990). As denúncias eram feitas enquanto disputava as eleições para o atual mandato que exerce.

Apontam ainda que o ponto chave será a forma como se comportará Ollanta Humla e seu aliado, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, durante o segundo turno das eleições, uma vez que se atribui ao mandatário venezuelano parcela significativa da derrota do peruano no pleito presidencial de 2006, quando foi acusado de interferir na política peruana.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.