LOADING

Type to search

Estratégia de desenvolvimento da Comunicação em Angola

Share

A “Ministra da Comunicação Social de Angola”, Carolina Cerqueira, declarou no dia 30 de setembro, em Luanda, que reconhece os enormes e complexos desafios que se colocam à comunicação social, frisando que “Angola precisa e merece ter um setor público de comunicação social moderno, tecnologicamente avançado, competitivo, com pessoas motivadas e com competências ao melhor nível internacional”. A governante fez esta afirmação quando falava da “Estratégia de desenvolvimento da Comunicação Social em Angola”, na segunda reunião metodológica nacional do “Departamento de Informação e Propaganda” (DIP).

No que concerne às empresas públicas do setor, o planejamento prevê um conjunto de ações, visando a profissionalização, gestão e regulamentação dos órgãos sociais. A Ministra informou ainda que está em curso o saneamento financeiro destes órgãos. Também foi anunciado que, em breve, serão nomeados os conselhos de administração fiscais e consultivos da “Agência Angola Press” (Angop); da “Televisão Pública de Angola”; da “Rádio Nacional de Angola” e do “Jornal de Angola”.

No que concerne à formação profissional, Cerqueira indicou que a estratégia prevê a criação de um “Instituto Superior de Ciências de Comunicação” e deverá repensar a vocação e os objetivos do “Centro de Formação de Jornalistas” (CEFOJOR) para descobrir e potencializar talentos.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!