LOADING

Type to search

Fracassa Referendum sobre a Independência da Catalunha

Share

Como anunciado, no dia 27 de novembro, em nota no Site CEIRI com o título “A Dignidade da Catalunha poderá iniciar crise política na Espanha”, foram realizados referendos simbólicos, no dia 13 de dezembro, sobre a independência da Catalunha, em 160 localidades desta Comunidade Autônoma. O Referendum foi organizado independente do poder público e não tem valor legal.

Diferentemente do que a imprensa internacional está divulgando, a participação neste referendum foi bem abaixo do esperado, totalizando algo em torno de 25%. De acordo com Ana Arque, porta-voz dos organizadores da consulta, “com mais de 90% dos votos contados, 94% esteve a favor da independência”.

Esperava-se uma votação massiva a favor da independência, já que o referendum foi realizado em povoados partidários da autonomia. Apesar da baixa participação, os organizadores anunciaram o resultado como um êxito. No entanto, a grande abstenção problematiza esta avaliação.

A realização deste referendum pode ser interpretada como uma tentativa de pressionar o Tribunal Constitucional, em Madri, a aprovar o novo “Estatuto de Autonomia” catalão sem nenhuma restrição.

Caso esta consulta tivesse alcançado um número significativo de participação, seria considerado um aviso a Madri de que uma recusa em aprovar o Estatuto contaria com a mobilização de grande parte do povo catalão, como haviam anunciado os partidos políticos da Catalunha.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!