LOADING

Type to search

Governo da Venezuela recebe condenação por parte da SIP. No mesmo momento é preso opositor de Chávez

Share

A  “Sociedade Interamericana de Imprensa” (SIP) condenou o governo venezuelano por ações contra a liberdade de imprensa no país. O conteúdo da condenação se centrou no fato de o governo estar agindo para “eliminar os meios de comunicação independentes”, fechando emissoras de rádio e TV, como foi o caso da “Rádio Caracas Televisión Internacional” (RCTV).

A SIP solicitou ainda à “Organização dos Estados Americanos” (OEA) que busque com o governo a entrada na Venezuela da “Comissão Interamericana de Direitos Humanos” e da “Relatoria Especial para Liberdade de Expressão”. São duas instituições que o governo venezuelano não autoriza visitas ao país desde 2002.

Ao mesmo tem pó em que sofre esta condenação pela SIP, ocorreu em Caracas a prisão do ex-governador do Estado de Zulia, Oswaldo Alvarez Paz, que é opositor de Chávez, e foi preso sob acusação de “conspiração”,  “instigação pública a delinqüir” e por “difusão de informação falsa” devido a uma entrevista dada ao programa “Alô Cidadão”, da Globovision, quando fez afirmações de que a “Venezuela (no caso a afirmação se dirigia indiretamente ao governo do país) se transformou  num centro de operações que facilita narcotráfico”.

A oposição se pronunciou em um comunicado conjunto, afirmando que é mais um exemplo do uso do judiciário para calar qualquer manifestação contra governo. Já o governo afirmou que esta prisão não se deu por solicitação do presidente, mas por cumprimento de medidas legais, seguindo o processo adequado. De qualquer forma, aos países democráticos, causa estranheza o fato de o ex-governador ter sido preso por uma comissão do “Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional” (Sebin), que na Venezuela exerce poder de polícia.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!