LOADING

Type to search

Governo irlandês perde aliados e partidos de oposição pedem antecipação das eleições gerais

Share

Por meio de uma declaração, o presidente do “Partido Verde” irlandês e “Ministro do Meio Ambiente”, John Gormley, solicitou ontem, 22 de novembro, a realização de eleições gerais antecipadas para janeiro. Gormley declarou que o país necessita de um Governo estável para elaborar, primeiro, um plano quadrienal de austeridade “crível”, para depois aprovar um orçamento geral para 2011 e assegurar durante as próximas semanas os fundos de ajuda da “União Européia” (UE) e do “Fundo Monetário Internacional” (FMI) que são “vitais para os juros irlandeses e a estabilidade do euro”.

Em comunicado, a líder do maior partido de oposição “Fine Gael” (significando “Família dos Irlandeses”, ou “Tribo dos Irlandeses”), Enda Kenny, também defendeu a antecipação das eleições gerais: “o que é necessário agora é uma eleição geral imediata e então um novo governo, com uma clara maioria no Parlamento, poderá preparar um plano econômico de quatro anos, completar as negociações com a União Européia e o FMI e acertar o orçamento para 2011”.

Estes comentários foram divulgados depois que dois membros independentes do Parlamento, com os quais o governo do primeiro-ministro Brian Cowen conta como aliados, declararam que poderiam se recusar a apoiar o orçamento de 2011, que deve ser aprovado até 7 de dezembro. Ontem à noite, neste contexto de crise política após o anúncio da intervenção do FMI e da UE, Brian Cowen divulgou que vai pedir a dissolução do Parlamento logo após a aprovação do “Orçamento do Estado”, em 7 de Dezembro.
Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!