LOADING

Type to search

Hatoyama visitou Okinawa para tentar obter a compreensão da população local quanto às bases dos EUA

Share

O primeiro ministro japonês, Yukio Hatoyama, visitou a província de Okinawa para tentar diminuir sua imagem negativa para com a população local quanto à questão das instalações militares dos Estados Unidos na região.                                      

O chanceler japonês, Katsuya Okada junto com o embaixador dos EUA no Japão, John Roos firmaram um acordos onde foi decidida a mudança de algumas instalações militares para fora da província e sobre a permanência de outras.

No acordo ficou decidido que será construída uma nova pista de pouso da base americana, ao longo da costa na base de “Camp Schwab”, localizada na cidade de Nago, mas o planejamento e detalhes do método a ser utilizado para a construção desta pista serão decididos até o mês de outubro deste ano.

Além da construção da pista, o Acordo prevê a devolução de algumas partes do território utilizado pelos militares norte-americanos. As áreas desocupadas deverão ser devolvidas ao governo japonês.

O anúncio oficial será realizado ao final deste mês (maio), mas o que foi decidido em negociação do governo central (Tokyo) com os EUA, não agradou aos governadores, prefeitos e a população da região. Este final de semana foi fomentado por protestos da população, uma vez que foi decidido que nem todas as instalações militares deixarão à província.

Segundo a imprensa local, os índices de rejeição ao atual primeiro ministro estão aumentando. Os entrevistados afirmam: “não desejamos a presença dos militares gaijins”*. Para os acadêmicos japoneses, agora não resta apenas à pergunta de “qual o futuro dos militares estadunidenses”, mas qual será o futuro do governo sem a aprovação do povo japonês.

—————————————————————————————————————————————-

* Gaijin: estrangeiros.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.